terça-feira, 31 de março de 2009

PELAS TABELAS

Esta terça-feira tem sido de grandes emoções. Pra desopilar o fígado, vou de samba. E se alguém achar que aproveito pra desabafar, acertou. Mas é melhor cantar do que mandar matar, né?

Ando com minha cabeça já pelas tabelas
Claro que ninguém se toca com a minha aflição
Quando vi todo mundo na rua de blusa amarela
Eu achei que era ela puxando o cordão

8 horas e danço de blusa amarela
Minha cabeça talvez faça as pazes assim
Quando eu vi a cidade de noite batendo as panelas
Eu pensei que era ela voltando pra mim

Minha cabeça de noite batendo panelas
Provavelmente não deixa a cidade dormir
Quando vi um bocado de gente descendo as favelas
Eu achei que era o povo que vinha pedir 
A cabeça de homem que olhava as favelas

Minha cabeça rolando no Maracanã
Quando vi a galera aplaudindo de pé as tabelas
Eu jurei que era ela que vinha chegando
Com minha cabeça ja pelas tabelas
Claro que ninguém se toca com a minha aflição
Quando vi todo mundo na rua de blusa amarela
Eu achei que era ela puxando o cordão


Quer ouvir, clica aqui: http://www.youtube.com/watch?v=IapdbWnA_4M

Sem comentários:

Enviar um comentário