quarta-feira, 15 de abril de 2009

FREQUÊNCIA MODULADA*



Tem um rádio na minha cabeça.

As vezes, quando tudo está mal - ou bem - parece uma transmissão de ondas curtas, com o cordão do dial defeituoso. AM perde.

Noutras vezes, quando tudo está bem - ou mal - reverberam sons de FM cuja emissora transmite a programação via satélite e só usa equipamento digital.

Não importa a sintonia. O fato é que ouço tudo e, pior - ou melhor - o arquivo parece não ter fim: gravo tudo o que ouço. 

O ruim é quando, besta, idiota e recalcadamente deixo de lado a experiência e o cuidado em analisar tudo de modo quase científico e simplesmente acredito.

Se para esses meus momentos o rádio tocar uma música do Roberto Carlos, aí eu só posso dizer, resignada: vai, esculhamba, eu mereço!

* Alguém já se acostumou a não escrever com trema? Um porre essa reforma ortográfica!

Sem comentários:

Enviar um comentário