terça-feira, 7 de abril de 2009

INFINITO



A cabeça gira, a mente gira, os olhos não focam. 

Quando a coisa está assim, a gente vê o infinito.

Ele é como uma escada em caracol. Vai, vai, vai, só vai. Sem fim.

Um processo apenas interrompido pela ousadia de meter a cara no meio.

Sem comentários:

Enviar um comentário