quinta-feira, 16 de abril de 2009

NO ESCURO, A NOITE


Dá-me, Senhor Uma noite sem pensar Dá-me Senhor Uma noite bem comum Uma só noite em que eu possa descansar Sem esperança e sem sonho nenhum Por uma só noite assim posso trocar O que eu tiver de mais puro e mais sincero Uma só noite de paz pra não lembrar Que eu não devia esperar e ainda espero.
(Dolores Duran)

Sem comentários:

Enviar um comentário