sábado, 16 de maio de 2009

BOM DIA DIA BOM

Hoje promete. Ah, se o sábado seguir assim como começou, promete causar. Pelo menos causar um bom efeito no meu humor, que há tempos não tinha unzinho motivo sequer para ser bom. Porque vamos combinar, o perrengue por quê tenho passado é de dar nó em qualquer um. Aliás, tenho passado tanto perrengue porque sou, sob o ponto de vista pessoal, uma imbecil. A última fronteira da lealdade, pior, unilateral. Dizem que todo homem tem seu preço mas como sou menina, o preço é mais caro, hehehehe. 

Olha só, quando volto a fazer piada comigo mesma é porque estou mesmo de muito bom humor. Algumas leituras, das sete da manhã até agora são responsáveis por grande parte das gargalhadas que dei hoje.

Primeiro, a CPI da Petrobrás que o governinho de ratos do Lula não conseguiu derrubar, apesar dos Cristovam Buarque da vida e outras ratazanas de igual porte. Ou seja, botem as barbas petistas de molho. O país da gasolina mais cara do mundo vai conhecer as entranhas da administração de  empresa pública mais desonesta do mundo. Gabrielli, Lobão, os fratelli Martins (sem a proteção da Rede Globo que já disse que não deve nada ao governo), até para o Gilberto Gil deve sobrar, por conta dos contratos de patrocinio que a dona Flora fechava via empresas subsidiárias. Mas tem coisa, ali!

Depois, a Veja. Recheada de notícias escandalosas. A ex-assessora da vez é lá do Tocantins, que entrega até a compra de lingeries para a primeira-dama do estado com dinheiro público desviado. Isso só pra começar, porque a cereja do bolo é a tropa de 52 fantasmas do senador Efraim. O babaca mantinha tudo em planilha. Claro, a entregação deve ter sido obra de algum/alguma ex também. Bem feito, deixam os/as ex no vento...é isso que dá.

E navegando pela web, pulando de um link a outro, encontro a notícia abaixo. Copiei e colei aqui exatamente como está no www.carloshermes.blogspot.com.  Eu vou comprar esse livro, caso o encontre em alguma livraria. Onde é que está a piada? Hora, o assunto é sério, não é motivo de piada. O livro é sério, claro. Mas a graça está na deixa do autor da resenha, ao final do seu texto: se Maria Madalena foi mulher de Cristo, se Maria Madalena era a identidade secreta de João, logo João era a mulher de Cristo!!!

Como é que eu vou resistir a uma piada pronta? 

Sábado bom, sô!


SEXTA-FEIRA, 15 DE MAIO DE 2009

Jomar Fernandes lança livro

571063.jpg

O ex-prefeito de Imperatriz, Jomar Fernandes lança seu primeiro livro, A Identidade Secreta de Maria Madalena, o livro trata de um tema que está sendo debatido no mundo inteiro, o Cristianismo primitivo e revela uma tese inteiramente nova sobre em qual identidade esconderam Maria Madalena, a apóstola dos apóstolos e primeira testemunha da ressurreição.

A pesquisa produz fortes implicações para a compreensão e para a atual organização da religião cristã, acrescentando novos elos à corrente que começou a ser formada com o “Santo Graal e a Linhagem Sagrada”, de 1982.

O livro já foi lançado em Brasília e São Paulo. Está previsto para junho,o lançamento no Rio de Janeiro, São Luís e Imperatriz.

O livro lançado pela editora ISIS,já prevê lançamento no exterior, já que com base na análise textual e no contexto da época, a pesquisa trás um
volume de informações históricas e elementos culturais, que atestam a polêmica tese de que o apóstolo João era na verdade Maria Madalena.

2 comentários:

  1. Comprei esse livro em Brasília e estou impressionado. Primeiro ´porque é um autor brasileiro e quase ninguém por aqui ousa escrever sobre esse tema. Segundo porque o livro tem uma riqueza de dados, organizados didaticamente o que facilita a compreensão de leigos como eu. Além disso, ainda apresenta teses originais. Recomendo a leitura a todos que se interessam pelo Cristianismo primitivo.

    ResponderEliminar
  2. Dizem que coincidencias não existem. Não faz nem 10min. fechei um pedido na Livraria Cultura, e queria aproveitar para comprar o livro, mas não está disponível para entrega imediata, segundo o site. Depende do fornecimento do editor.

    De qualquer forma, estou curiosíssima para ler. E prometo que vou comentar sobre ele assim que terminar. Aposto que no livro não tem gancho para piada não é? Só no talento dos resenhistas mesmo, de fazer inveja ao Casseta e Planeta.

    ResponderEliminar