quinta-feira, 28 de maio de 2009

MINHA VIDA, UM OFERECIMENTO...


...meu itunes tocando dueto de Fagner e Guilherme de Brito, em O MUNDO É UM MOINHO/A FLOR E O ESPINHO. Ouvir isso não ajuda em nada meu humor! Uma só delas já bastava. Ouvir poutpourri das duas, na interpretação dolorida dos dois cantores, é de fazer chorar sem dó.


A Flor e o Espinho 
(Nelson Cavaquinho/Guilherme de Brito)
Tire o seu sorriso do caminho
Que eu quero passar com a minha dor
Hoje pra você eu sou espinho
Espinho não machuca a flor
Eu so errei quando juntei minh'alma a sua
O sol não pode viver perto da lua
Tire o seu sorriso do caminho
Que eu quero passar com a minha dor
Hoje pra você eu sou espinho
Espinho não machuca a flor
Eu so errei quando juntei minh'alma a sua
O sol não pode viver perto da lua
É no espelho que eu vejo a minha magoa
A minha dor e os meus olhos rasos d'agua
Eu na sua vida já fui uma flor
Hoje sou espinho em seu amor
O Mundo é um Moinho
(Cartola)
Ainda é cedo amor
Mal começaste a conhecer a vida
Já anuncias a hora da partida
Sem saber mesmo o rumo que irás tomar
Preste atenção querida
Embora saiba que estás resolvida
Em cada esquina cai um pouco a tua vida
Em pouco tempo não serás mais o que és
Ouça-me bem amor
Preste atenção, o mundo é um moinho
Vai triturar teus sonhos tão mesquinhos
Vai reduzir as ilusões à pó.
Preste atenção querida
De cada amor tu herdarás só o cinismo
Quando notares estás a beira do abismo
Abismo que cavaste com teus pés

Sem comentários:

Enviar um comentário