quarta-feira, 6 de maio de 2009

POR ISSO EU CANTO


E por falar em grandes escritores, Samuel Beckett disse que "quando se está enterrado na merda até o pescoço, a única coisa que te resta é cantar"

Então, tá. Por isso eu canto. Pena que não estou ali, na Lapa!

♪ Cantar
Desnudar-se diante da vida
Cantar é vestir-se com a voz que se tem
Achar o tom da alegria perdida
E não ter que explicar pra ninguém ♫
A razão desta tal melodia
Encharcada de sorriso e pranto
No cantar a lembrança se cria
E envelhece de repente
♬ Vai solta no ar
Por isso eu canto
Canto para amenizar
Grande dor que me traz 
O sorriso de alguém ♪
Se a minha escola querida
Cruzar a avenida
Eu canto também 
♫ No canto
Vou jogando a minha vida pra você
Por isso, fecho os olhos pra não ver

Sem comentários:

Enviar um comentário