domingo, 28 de junho de 2009

OH DIA, OH VIDA...


Sou dependente de internet sem fio. Em casa uso wi-fi desde 2006. Sexta a noite, uma pane num transformador de rede elétrica na rua de baixo da minha nos deixou sem internet por horas. Quando a energia voltou, meu notebook e o moden passaram a não se entender mais. Brigaram e pelo visto, entraram com pedido de divórcio. O notebook só reconhece o roteador, mas não reconhece o moden do meu provedor.

Não entendo lhufas de rede, configurações e que tais. Mesmo assim passei dois dias mexendo sem parar em todo canto do meu MacBook, e nada. Só conecta se for com o indefectível cabo azul, e pra isso eu tenho de perder a mamata de navegar na sala, no quarto (enquanto assisto jogo por exemplo) ou na cozinha enquanto piloto o fogão.

Se não for pro escritório ficar atrelada à mesa e ao cabo, a alternativa é usar o outro note da casa, que não perdeu a memória, nem o juízo. Mas eu não gosto do que não é meu, e não gosto desse teclado, e não gosto de não ter meus arquivos todos à mão, e com preguiça de buscar meu HD externo e até mesmo os pendrives também, que estão na bolsa, lá na sala enquanto eu escrevo confortavelmente esparramada, assistindo Sport e Grêmio na TV. Ah, e também não gosto do Windows. #prontofalei.


Amanhã terei de conseguir outro personal gambiarreitor pra resolver esse divórcio iminente. Porque o meu personal gambiarreitor de sempre é muito bom mas não saca nada dos domínios de Steve Jobs, portanto, não resolverá a celeuma entre meu MacBook e o temperamental moden.


Oh, dia(s). Oh, vida.

Sem comentários:

Enviar um comentário