quarta-feira, 3 de junho de 2009

OUTROS OLHOS

...e armadilhas?

Tenho muito pouca paciência com quem olha e não quer ver. Claro, partindo eu do pressuposto que um indivíduo desse naipe consiga ver, caso queira [boazinha mode on]. 

É mesmo muito mais fácil passar a vista e fazer de conta que o quê você viu não está lá. Um elefante branco no meio da sala, pertinho daquela sua mesa com bibelôs [boazinha mode off].

E passar a vida fazendo vista grossa pode ser cômodo, mas fico a imaginar se não é terrivelmente frustrante também. Se não chega a ser humilhante. Se não chega a ser perturbador que ao fazer um balanço das horas que valeram a pena, o indivíduo tenha como saldo a covardia, a inércia, a omissão.

E esse saldo tem um nome: inutilidade.

Não eu. Eu não quero ser mais um inútil. Você quer?

Sem comentários:

Enviar um comentário