sexta-feira, 5 de junho de 2009

PENSAR PARA SEMPRE PENSAR


"Escrevo pelo simples prazer de escrever, só para mim, sem qualquer finalidade de dinheiro ou publicidade. Na minha pobre vida, tão vulgar e tranquila, as frases são aventuras e não apanho mais flores que as metáforas."
(Gustave Flaubert)

Sem comentários:

Enviar um comentário