quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

ACABOU, LULA!



O Brasil está sem governo. Vocês vão me dizer que está, sim, e há 8 anos. Essa é uma verdade inconteste. O que afirmo agora, no entanto, é que antes, Lula, um eterno apaixonado por si mesmo, amava a ideia de que era presidente. Amava a ideia de fingir que governava um país. O Pop Star de Garanhuns. E conseguia vender essa ideia para um monte de gente - com auxílio luxuoso da imprensa puxa-saco.

Agora isso acabou. Pufff! Sumiu! A ficha dele já caiu: acabou pra valer, e ainda faltam 30 dias para passar a faixa, oficialmente. 

O país está sem governo (o governo de Lula). Ninguém quer saber dele. Por isso ele está mais verborrágico que nunca. Mais ridículo que nunca. E a cada estercada que solta pela boca, ele também vê que já não há mais, por parte dos repórteres que o circulam, os risinhos de quem vive ajoelhado aos seus pés. Os risinhos de agora são, no máximo, condescendentes. Na real, são de pura ironia.

Lula está enlouquecendo. Nunca foi muito são, isso também é verdade. Mas está piorando. E não, de jeito nenhum, não temo por sua insanidade mental completa. Ao contrário, espero por ela. Lá para meados de julho, pelas minhas contas, ao ver o que é que sua pupila Dilma Rousseff não fará para mantê-lo no pedestal, ele surtará de vez.

Quem disse que não pode ser divertido? Lula ao vinagrete é um petisco e tanto!

1 comentário:

  1. Perfeita fotografia do momento! Vamos conferir e, é claro, nos divertir também, já que ninguém aqui é de ferro.

    ResponderEliminar