domingo, 12 de dezembro de 2010

DIAS COMUNS


Domingo comum é domingo com casa cheia, macarronada, galinha caipira ao molho pardo, churrasco, lasanha? É. Também. 

Domingo comum é ir à igreja, passear no parque com o cachorro, andar de patins, de bicicleta, jogar bola, pegar praia? É. Também.

Domingo comum é dormir até meio-dia, não sair da cama, ver filmes antigos na TV, ler um livro, almoçar misto-quente (com pão de ontem) com Coca-Cola, comer pipoca, pedir uma pizza? É. Também.

Domingo comum é ir ao restaurante preferido, passar na feira de artesanato, comprar revista na banca, pegar um cineminha? É. Também.

Domingo comum tem futebol (se não for fim de temporada). Tem alguma corrida de alguma categoria de automobilismo na TV. Tem programa (ruim) de auditório. Tem Fantástico. Tem reprise de Van Damme ou Vin Diesel (ou outro pancadaria-testosterona qualquer).

Vou para meu domingo comum. Saindo da fronteira do Distrito Federal, ali em Goiás. Segurar nas mãos que se seguram na fotografia. Desligar-me do dia comum: extrair energias de bons momentos com aqueles que, simplesmente, queremos bem.

Domingo comum. Que nada!


3 comentários:

  1. Seria comum um domingo com direito a uma quiche de bacalhau?
    Hummmm, deve ser uma delícia!

    ResponderEliminar
  2. Meu domingo comum me custou a voz. Ri, me diverti, e cantei rock, pecado maior, tomando água e Pepsi geladíssimas: rouca!

    ResponderEliminar