quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

FIM DE TARDE



"Hoje levantei cedo pensando no que tenho a fazer antes que o relógio marque meia noite. 
É minha função escolher que tipo de dia vou ter hoje. 
Posso reclamar porque está chovendo ou agradecer às águas por lavarem a poluição. 
Posso ficar triste por não ter dinheiro ou me sentir encorajado para administrar minhas finanças, evitando o desperdício. 
Posso reclamar sobre minha saúde ou dar graças por estar vivo. 
Posso me queixar dos meus pais por não terem me dado tudo o que eu queria ou posso ser grato por ter nascido. 
Posso reclamar por ter que ir trabalhar ou agradecer por ter trabalho. 
Posso sentir tédio com o trabalho doméstico ou agradecer a Deus. 
Posso lamentar decepções com amigos ou me entusiasmar com a possibilidade de fazer novas amizades. 
Se as coisas não saíram como planejei posso ficar feliz por ter hoje para recomeçar. 
O dia está na minha frente esperando para ser o que eu quiser. 
E aqui estou eu, o escultor que pode dar forma. 
Tudo depende só de mim."
(Charles Chaplin)


(Já escolheu como quer que sejam seus dias, no novo ano? Lista de Desejos... )

5 comentários:

  1. E a gente escolhe ser feliz, por mais que nos desejem o contrário! Porque somos os verdadeiros espíritos de porco!

    ResponderEliminar
  2. O principal, Carola: a gente escolhe ser feliz às nossas expensas, não através de uma decisão do estado!

    ResponderEliminar
  3. marcia190729/12/10, 18:21

    como dizia ana terra "vou ser feliz, nem que seja só por teimosia!

    ResponderEliminar
  4. Marcinha, acho que nós, felizes, matamos os esquerdóides de raiva, hehehe!

    ResponderEliminar
  5. Sou feliz de teimosa e nada, nem ninguém, me tirará isso. Já podemos formar um mini-bloco.

    ResponderEliminar