sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

BOM DIA, ESTADO

Estado caro, pesado, sustentado pela força de trabalho do "impostuinte", que dissemina a dor de consciência social, fazendo todos acreditarem que é um pai magnânimo (ou madrasta boazinha) que a todos sustenta e dá felicidade. Estado que com seu anão parasita em forma de governo, cria planos mirabolantes para erradicar o que, segundo a propaganda eleitoral, não existia mais nestepaiz. Segundo o plano, primeiro problema a ser resolvido é "estabelecer a linha que define quem são os miseráveis no Brasil." Estado governado pela terceira geração de anões parasitas e até agora ninguém descobriu isso.


"O povo gosta de luxo; quem gosta de miséria é intelectual." (Joãozinho Trinta)

1 comentário: