quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

BOM DIA, ESTADO

Bom dia, estado da República Popular do Chiqueiro, que espera, ansiosa, a re-estreia, em grande estilo, de um dos personagens mais típicos, que mais traduzem bem a essência do partido vermelho: Delúbio Soares, aquele. Operador do mensalão, aliado de primeira hora de Zé Dirceu, homem forte dos caixas-dois das campanhas petralhas. Operador do serviço sujo que não só abastecia as campanhas eleitorais como também servia para financiar a "fidelidade" de parlamentares junto ao governo da Idade das Trevas I, e que ninguém acredita que terminou, só porque a Procuradoria Geral da República classificou como SOFISTICADA ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA

Estado que, em menos de trinta dias de desgoverno da sua versão III, já mostra todo o seu potencial: aparelhamento petralha de sempre, aparelhamento sarneyzista de sempre, aliados "menores" sem força alguma (alguém sabe qual a relevância do PSB e de PDT, por exemplo?). Que já toma as medidas governamentais necessárias para a implantação do programa do PT e suas diretrizes comunistas, totalitárias, pois é esse, afinal, o seu programa de governo. E segue, naquilo que deveria ser sua função - governar o estado - conforme o esperado: inoperante, inativo, incompetente. 

Votou na candidata do PT, por que recebe pílulas de felicidade em forma de crédito (caro) consignado para comprar sua TV de LCD de 42 polegadas, não é? Pois pode ficar feliz. Ganhou Delúbio de lambuja. Welcome home, man!

"Como é que nós vamos dizer que ele não pode se filiar? Nenhum de nós(do diretório) tem condição moral ou política de dizer que ele não pode militar no PT." (André Vargas, secretário de comunicação do PT)

5 comentários:

  1. Talvez você goste desta:

    ESCOLA DE SAMBA DE FLORIANÓPOLIS DESFILA SOBRE OS CADÁVERES CUBANOS. Ou, Ilha da Magia canta a Ilha da Fantasia

    Este ano o Grêmio Recreativo Cultural Escola de Samba União da Ilha da Magia, de Florianópolis, vai colocar os seus 2.500 integrantes no asfalto para contarem a história da Ilha da Fantasia, ou seja, Cuba, com o enrêdo: "Cuba sim! Em nome da verdade".

    A verdade, entretanto, é uma palavra que ficou apenas no título do samba-enredo assinado por Júlio Maestri e Vinicius da Imperatriz.

    Uma forte emoção,
    No meu coração…
    Liberdade!
    Eu sou União
    A voz de um povo pela igualdade
    Sonhos… de um poeta ecoam no ar
    Cuba… o desejo de se libertar
    Conquistou a independência
    Do Tio Sam sofreu influência
    Momentos de luta estão na memória
    Fidel e Che fizeram história
    Me levam na busca por um ideal
    Que vai embalar, nosso carnaval!
    Guerreiros unidos na Revolução
    Pelo bem de uma Nação
    Um preço a pagar, não vou negar
    Mas a Comunidade em primeiro lugar
    Os sonhos se tornam verdade
    Trazendo pra muitos a felicidade
    Com saúde, educação
    A base pra um cidadão
    Esporte, cultura, na arte… mistura
    Riqueza, o Mundo se encantou
    No Cabaré Tropicana,
    Carmem Miranda deu um show!
    Ilha de pura Magia
    Vem sambar…
    Verde, Branco e Ouro
    Na Avenida vai brilhar

    O site da escola indica animação na preparação do espetáculo, informando que a ala das danças típicas já está esgotada.

    Eu não sei quais são todas as alas da escola, mas poderia sugerir algumas bem interessantes, e bem de acordo com a verdade:

    1. ala dos balseiros - aqueles que tentam fugir de Cuba em balsas improvisadas e morrem afogados, atacados por tubarões, ou baleados pela guarda costeira cubana. Imagino uns carros alegóricos bem bacanas

    2. ala dos torturados - aquelas milhares de pessoas que, apenas por não serem comunistas e fazerem críticas ao regime ditatorial, são presas e perseguidas, desempregadas ou passam anos no sistema prisional político, como o poeta Armando Valladares, que ficou 20 anos sob as piores condições. Ou Orlando Zapata Tamayo, aquele prisioneiro que fez greve de fome e Lula ainda o criticou dizendo que se deixou morrer!

    3. ala dos fuzilados - aqueles que, tendo lutado ao lado de Fidel e Che, para derrubar o ditador Batista, perceberam que Fidel e nem Che queriam liberdade alguma, mas apenas implantar uma outra ditadura, comunista e se rebelaram lutando no Vale de Camaguei por anos e sendo exterminados, mais de 17 mil, por fuzilamentos em série, muitos dirigidos alegremente pelo assassino Che Guevara. Isso também daria lindas alegorias.

    4. ala dos calados - aqueles milhões que não podem abrir a boca para discordar, sob pena de irem para a prisão. Talvez pudesse ter um carro com Chico Buarque cantando Roda Viva.

    5. ala dos desempregados - aqueles que, após 50 anos de pregação e doutrinação comunista descobriram que o sistema, como qualquer economia comunista não funciona, e que o governo, o único patrão, vai demitir mais de 1 milhão de pessoas. Agora terão de se virar sozinhas, cada uma por si, sem a menor ideia de como exercer a livre iniciativa. Jogados no lixo após tanta propaganda falsa.

    6. ala da prostituição e da corrupção - uma ala jovem, pois meninas cubanas alimentam um crescente turismo sexual a Havana, na região do Malecón. Afinal, ninguém vive com 30 dólares por mês.

    Finalmente, para não dizerem que peguei pesado, sugiro que todo mundo desfile com algum livrinho na mão, com um belo sorriso na cara, desde que seja de Marx ou os discursos do Fidel, para passar a impressão de que todo mundo é muito bem educado e feliz.

    Ab
    Gutenberg Laudaamassada.blogspot

    ResponderEliminar
  2. Jorge Atakardiac26/01/11, 09:12

    Toda vez que vejo Delúbio lembro que sua frase mais famosa: "...transparência demais é burrice!" serve perfeitamente aos críticos hipócritas do Wikileaks.

    Mas lembro tb que esses personagens manejam somas vultosas de campanhas só porque ninguem pretende fazer uma reforma política de fato.

    Na monarquia o cara já nasce presidente. Só de não precisar gastar com campanhas já é uma senhora economia e fim de um dos grandes atalhos para corrupção. Afinal empresas cucarachas que financiam campanhas vão querer retorno de qqer jeito!

    ResponderEliminar
  3. É uma vergonha que, com tantas provas, os processos contra essa criatura e outros nesse país corram com tamanha lentidão. É a mais pura inspiração para repetições com evolução de meios e métodos.

    ResponderEliminar
  4. marcia190726/01/11, 17:27

    pois é, coisas assim só acontecem quando se vive a era da mediocridade

    ResponderEliminar
  5. Só tenho uma coisa a dizer desse infeliz governo dos petralhas:

    NOJO! NOJO! NOJO!

    ResponderEliminar