sábado, 15 de janeiro de 2011

FIM DE TARDE


"Sou cheia de manias. Tenho carências insolúveis.
Sou teimosa. Hipocondríaca. Raivosa, quando sinto-me atacada. 

Não como cebola. Só ando no banco da frente dos carros. 
Mas não imponho a minha pessoa a ninguém. Não imploro afeto. 
Não sou indiscreta nas minhas relações. 
Tenho poucos amigos, porque acho mais inteligente ser seletivo a respeito daqueles que você escolhe para contar os seus segredos. 
Então, se sou chata, não incomodo ninguém que não queira ser incomodado. 
Chateio só aqueles que não me acham uma chata, por isso me querem ao seu lado. 
Acho sim, que, às vezes, dou trabalho. 
Mas é como ter um Rolls Royce: 
Se você não quiser ter que pagar o preço da manutenção, mude para um Passat."
(Fernanda Young)

3 comentários:

  1. Olá tudo bem?lembro de vc na campanha de Serra,se vc tiver um perfil no facebook me add http://www.facebook.com/profile.php?id=100000335220823
    Abraços.

    ResponderEliminar
  2. Velvet,

    Tornei-me seu fã após os seus comentários no Coronel Noturno, contudo confesso que em face destas relíquias literárias que voce posta no Veneno Veludo, há muito mais que simples identificação leitor-blogueira.

    Velvet, não sei se voce compreende isto, mas é uma libido que libera a adrenalina, e passo a suar quando estou lendo um texto como este "Fim de Tarde", de Fernanda Young.

    Responda-me, acontece isto com alguém, ou somente comigo...

    Querida, desabafo à parte, amo a forma que escreve, e quero parabenizá-la por isto, por mover meus neurônios. É um prazer ler seu blog.

    Obrigado

    ResponderEliminar
  3. Obrigada pela identificação com o Veneno Veludo, Salomão. Quanto à suar, os leitores é que devem lhe responder... hehehe.

    Até a próxima!

    ResponderEliminar