sábado, 15 de janeiro de 2011

PENSAR NÃO DÓI - VIVA A REVOLUÇÃO!


"Movimentos revolucionários costumam colocar seu ideal político acima dos valores individuais e das regras tradicionais da vida. Cria-se assim uma superioridade moral que lembra a dos cristãos nas cruzadas - um pensamento do tipo "eu luto por um mundo justo, uma sociedade sem contradições, portanto, posso matar e roubar em nome desse ideal sagrado". Assim como cristãos fanáticos queimavam hereges na Idade Média, os guerrilheiros justificavam, com sua moral superior, expurgos, assaltos e assassinatos sem julgamento, seus próprios colegas. Nas pequenas organizações de conspiradores e guerrilheiros dos anos 1960 e 1970, é fácil perceber o controle extremo da conduta individual, a violência baseada na superioridade moral e a obsessão com a traição - a mesma que fez Stálin executar companheiros próximos." (Leandro Narloch)
(Nota da Velvet: A foto incomoda. Por isso, se faz sempre necessária. Para nos lembrar quem foi - e quem é - a chefe de estado do anão parasita que nos governa.)

1 comentário:

  1. Dona deelma se fez de coitadinha e torturada na hora que lhe conveio. Tenho certeza que abriu o bico sim, como tantos outros até prá se livrar de rivais e desafetos.

    ResponderEliminar