quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

TOTALITARISMO À VISTA


Duas notícias aparentemente inofensivas (pois assim são tratadas pela mídia em genuflexão voluntária ao desgoverno da República Popular do Chiqueiro) apontam diretamente para a sanha totalitarista do desgoverno da Idade das Trevas III, e me espanta ninguém admitir que vê: Anatel terá acesso total a dados sigilosos dos telefones e a transferência da Agência de Inteligência (ABIN) para o Ministério da Justiça (pasta do porquinho José Eduardo Cardozo), segundo informa Felipe Patury na coluna Holofote da Revista Veja dessa semana.

Há motivos "técnicos" para que a ABIN passe para o controle político de um dos chefões do PT? Junte-se as notícias. Duas medidas que, isoladas, externas ao PNDH3, vão nos levar diretamente a um estado de excessão, e disso não tenho a menor dúvida!

O estado de exceção é uma situação de restrição de direitos e concentração de poderes que, durante sua vigência, aproxima um estado sob regime democrático do totalitarismo. Num país sob regime de exceção, o Poder Executivo pode, desde que dentro dos limites constitucionais, tomar atitudes que limitem a liberdade dos cidadãos, como a obrigação de residência em localidade determinada, a busca e apreensão em domicílio, a suspensão de liberdade de reunião e associação e a censura de correspondência. Isso para dizer apenas o mínimo.

"Dentro dos limites constitucionais" em teoria (o que, por si só, já é muito ruim) porque nestepaiz petralha, não existe, para seus desgovernantes, nenhum limite constitucional já que em regra, a "constituição deles"  é seu programa partidário, acolchoado por taxas de sucesso.

O colunismo político, aquele que não vive ajoelhado diante do desgoverno, ainda não falou sobre isso, com destaque. São duas notícias aparentemente sem relação alguma que deveriam causar o maior espanto. E as maiores reações contrárias.

Opa! Reações contrárias? De quem, meu bem?


(Leia aqui: DESTOTALITARISMO TOTAL)

7 comentários:

  1. Regina, cheguei aqui através do Twitter já assinei o feed.

    O mais espantoso, quase inacreditável, é a frouxidão de uma imprensa que se mostra cada vez mais incapaz de proceder a uma análise sensata de qualquer coisa!

    Parece que anos de planejada deficiência de formação nas faculdades de comunicação finalmente começaram a render os tão sonhados frutos: uma imprensa composta por uma legião de patetas incapazes de produzir um único pensamento próprio fora da moldura ideológica marxista em que foram imersos à base de maconha, festas de calouros, chopadas, greves e professores que, quando não faltam ao trabalho, teria sido melhor se tivessem ficado em casa!

    ResponderEliminar
  2. Nem adianta segurar na cadeira prá não cair, pois eles vão chutar a cadeira também. Terrivelmente assustador. Sem alerta, sem bandeira, sem o alarde que o nefasto franklin deu; vão fazendo o que querem. vamos à nossa função: alertas direcionados. O cacique já está saindo pro combate.
    Jocas.

    ResponderEliminar
  3. Cacique, como eu sei que tem gente dois dois lados literalmente me vigiando por aqui, vou dizendo aqui mesmo... rsrs

    ResponderEliminar
  4. @Crivellari_MG19/01/11, 17:01

    Não podemos esquecer que o descrito abaixo tambpem tramita na camara:
    No meio dos artigos para criar novos mecanismos de cobrança das dívidas ativas e penhora de bens, a Fazenda quer que seus fiscais ganhem poderes de polícia, sem autorização judicial. Os fiscais podem quebrar sigilo, penhorar bens e até arrombar portas de empresas e casas sem autorização prévia do Judiciário.

    O pacote cria um sistema de investigação com acesso a todos os dados financeiros e cadastros patrimoniais dos cidadãos.
    A nova sistemática de cobrança valerá tanto para a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional, órgão responsável pela gestão da dívida ativa da União, quanto para as similares nos Estados e municípios.
    No limite, a penhora poderá ser aplicada contra uma grande empresa ou contra um contribuinte-pessoa física que tenha deixado de pagar o IPTU ou o IPVA. Na prática, um oficial da Fazenda, mesmo sem autorização de um juiz, pode arrestar uma casa ou um carro para quitar uma dívida tributária com o município e invadir sua casa sem ordem judicial.

    Some tudo, coloque numa cesta e veremos o estado totalitario que se forma.

    ResponderEliminar
  5. dominiofemininodf19/01/11, 17:18

    Prezada blogueira nada do que está chegando e ainda por chegar se constitui em novidade. Os ilustres comentaristas, tal como você, todos já sabiam. Meu nome é Maria da Penha Vieira, conforme consta, completo, no meu dossiê existente na ABIN. Nenhum dossiê por causa que denigra a minha honra. Lá estou por questão de Segurança Nacional (aceitável à epoca ) por motivo de muita proximidade com o Poder, em determinado Governo de tempos, já "democráticos". Então, não me importa. Sou achável, encontrável, localizável. Somos esparsos rebeldes ( com grandes causas ) que precisam juntar as ações e vozes para combater o que chega e o que ainda nos espera. A fragmentação destas vozes só serve ao inimigo. Muito boa sua exposição e só falta chamar esses tuiteiros voltados para o umbigo dos próprios tuites para que eles venham e tomem conhecimento, ou seja, leiam. Dominio Feminino não fugirá do seu dever.

    ResponderEliminar
  6. Maria, tenho tentado puxar ao máximo, esses que gritam no Twitter. Mas convenhamos, a fuidez de lá é muito mais palatável: você dá um grito e no tweet seguinte muda de assunto, porque a timeline corre e ninguém repara muito, mesmo.

    Até mesmo por isso, criei duas seções aqui: Microfone, onde pego tweets interessantes e deixo-os aqui - já que lá é muito volátil - e V.I.P, com destaque para um ou mais comentários interessantes. Espero ajudar a reunir pessoas que tenham, verdadeiramente, interesse nesse debate.

    Esta casa, o Veneno, também não tem mais o que esconder: o pontocom está com endereço, RG e CPF da Regina lá registrado.

    Venha quem vier: "Não espero nada. Não temo nada. Sou livre." (Nikos Kazantzakis).

    ResponderEliminar
  7. Repercute muito mais do que vc supõe.

    Uma contribuição:
    http://twitpic.com/36a95q

    Agora, vc já tem duas pontas.
    Quando juntar as cinco podemos sentar com os 3 senadores embasados em crime de responsabilidade.

    Abraço e... avante!

    ResponderEliminar