segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

BOM DIA, ESTADO

Estado letárgico, com seu desgoverno moroso e inapetente. E por isso mesmo, letal. Cada um dos porquinhos da República Popular do Chiqueiro não faz mas muito fala, o que os torna tão temerários quanto não fazer para não errar. Bom dia, estado, só para quem tem a paciência de percorrer a longa distância de doze anos da Era do desgoverno da Idade das Trevas, conduzindo a manada.

"Nada é mais repugnante do que a maioria, pois ela compõe-se de uns poucos antecessores enérgicos; velhacos que se acomodam; de fracos, que se assimilam, e da massa que vai atrás de rastros, sem nem de longe saber o que quer." (Johann Goethe)

Sem comentários:

Enviar um comentário