sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

BOM DIA, ESTADO

Alvíssaras, estado! Estado de ricos, afinal! Não estado rico, que já é, à custa do impostuinte. Estado sem pobreza, a segunda maior falácia da Era dos desgovernos da Idade das Trevas (a primeira é a honestidade). "País rico é país sem pobreza", é uma dupla distorção  da verdade. Não dizia, então, o Expirado do desgoverno da Idade das Trevas I e II que ELE havia acabado com a miséria nestepaiz?

Estado de farsa! País rico é país que produz. E não existe produção e desenvolvimento com o tamanho da carga tributária que estepaiz ostenta e imprime sobre os ombros dos impostuintes. Não é possível existir desenvolvimento sem infra-estrutura: como anda nosso sistema [de apagão] elétrico, os sistemas de transportes rodoviário, aéreo e portuário? É  impossível desenvolvimento sem educação e segurança nas ruas, exceto o desenvolvimento do tráfico de drogas que, este sim, encontrou terreno profícuo, amplo, à sua disposição nos últimos anos. Não é possível desenvolvimento com os níveis de corrupção engendrados no estado brasileiro,  cada vez mais exacerbados pelo tamanho da máquina estatal, com ene-lhões de companheiros de sindicatos e penduricalhos apensados nos cargos públicos, com taxas de sucesso ao seu inteiro dispor. Bom dia, estado de ricos. Ricos de hipocrisia.

"Pobreza não se resolve com slogans e carinhas e bocas de "mãe dos pobres". É preciso botar o país para trabalhar, crescer, ter lucro e sorrir. Chega do cinismo do ex-presidente velhaco que invocava a sua pobreza original embriagado com uísque 18 anos, sentado num jato de luxo e com a família inteira mamando nas tetas da vaca de plástico do cartão corporativo, para ganhar votos e popularidade." (Coronel do Blog Coturno Noturno)

4 comentários:

  1. Bom dia País Rico é País sem Pobreza. Aonde? Tem GPS para esse País? Pois no Brasil não ainda esse slogan de marketeiro pago com caixa dois, ops, valores não contabilizados que não muda a realidade do povo, mesmo que seja adepto do oba-oba carnavalesco. Até isso tem limite!
    É verdade, riqueza é resultado dos setores produtivos e vamos combinar, com Custo Brasil e burocracia e com carga tributária, que não canso de repetir, beira ao confisco, é milagre que tenhamos o que temos de PIB. Tudo conspira contra o empreendedorismo e produção!
    A corrupção esvai os nossos esforços que se materializam no recolhimento de tributos, o que no Twitter já classificaram como doação, pois nada vem em troca.
    Ricos no Brasil são aqueles que estão na Nomenklatura ou que a servem direta ou indiretamente. O resto é o resto.

    ResponderEliminar
  2. Pô, será que ainda vão continuar com amesma lenga-lenga de pobres X ricos e ninguém da (des)oposição vai desmascarar isso? Que ódio.

    ResponderEliminar
  3. ok, então elles querem convencer a gente de que a união a sarney, collor e ao que haa de mais atrasado na política brasileira foi e é para melhorar as condições de vida dos brasileiros? não me engana que eu não gosto

    ResponderEliminar
  4. marcia190711/02/11, 15:21

    a márcia acima sou eu. (rs)

    ResponderEliminar