quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

É HOJE, O DISCURSO. E NÓS PENSAMOS....

...e vamos trocando umas ideias. Pensa também!


Dona presidente fará seu segundo discurso a estepaiz, hoje, na abertura dos trabalhos do Congresso. O Diário Oficial da União, outrora conhecido como jornal Folha de São Paulo, já divulga o que ela falará, e até mesmo que teria sido a própria a "preparar" o texto, com a colaboração de ministros, entre os quais, o porquinho Palocci. Pacto social, é o que ela pedirá ao Congresso. Traduzo: tudo pelo estado, para o estado, a favor do estado, conforme o estado. 

Segundo o D.O.U em questão, dona presidente dará ênfase à tragédia ocorrida na região serrana do Rio de Janeiro. Há, de fato, muito o que não falar, já que o desgoverno, cumprindo o que se espera de quem vive na ilha de Lost, nenhuma medida efetiva tomou até agora.

Impressiona que o panfleto jornalístico em questão também NOTICIOU que a criatura "não pretende adiantar medidas" na área econômica! Então fica combinado assim: ela discursa, teoriza sobre o nada que não fará, e deixa o ônus para o Congresso. E nós, assistimos. Calados. Calados? (Velvet)

O desgoverno da Idade das Trevas III segue as pegadas do I e II: na natureza, nada se cria, nada se perde, tudo se transforma em lama. E segue para o buraco.

Um buraco negro clássico é um corpo celeste com campo gravitacional tão intenso que a velocidade de escape se iguala à velocidade da luz. Estepaiz é uma espécie de buraco negro infernal, que suga corpos, mentes, almas.

Nestepaiz, o desgoverno da Idade das Trevas III, com grandeza e altruísmo, dividirá com a desoposição os ônus das medidas impopulares. Oposição: até pode admitir que o salário mínimo deve-se reajustar só pela inflação; mas é do desgoverno o ônus de defender isso.

Sem comentários:

Enviar um comentário