sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

E VIVA O POVO BRASILEIRO!


(Com a devida licença de João Ubaldo Ribeiro)



Cena 1 – Na Região Serrana um repórter entrevista uma moradora de uma área de risco. Ela admite que sabia que a área era de risco e de que várias vezes foi aconselhada a procurar outro lugar. Agora, sem casa e sem nada, ela exigia que a prefeitura lhe desse um lugar para morar: “eles sabiam que aqui era perigoso, então por que deixaram a gente construir e ficar aqui”?

Cena 2 - Um senhor se auto-denominando “cadeirante-aposentado- diabético” reclama em uma rádio que a farmácia do governo se recusa a lhe entregar o remédio que ele necessita. A não entrega é decorrente do fato de o CPF ter sido cancelado, e ele se negar em ir ao Ministério da Fazenda retirar, gratuitamente, outro. Quer que o comunicador resolva sem ele “ter o trabalho de ir ao centro”.

Cena 3 – Na calçada em frente a um grande supermercado, uma senhora bem vestida para quem está saindo dele e pede o recibo da compra. Frente a curiosidade ela explica que o estacionamento é apenas para clientes e que ela parou lá para ir a outros lugares e se não apresentar a nota, terá que pagar R$6.

Está certo que o brasileiro sempre se orgulhou do seu “jeitinho” de resolver as coisas. Afinal, aqui é a terra de ditados como “farinha pouca, meu pirão primeiro”, “achado não é roubado” e outras pérolas que mostram a total falta de cidadania e o excesso de egocentrismo. Mas, também é correto afirmar que depois destes oito anos de governo petista, se formou uma crença de que o outro (seja este outro pessoa física ou jurídica) tem obrigação de resolver o problema, não importando o quanto se é responsável por ele. O cinismo consciente ou inconsciente permeia todas as classes sociais. O “viver na aba” dos outros virou uma regra silenciosa. E aí de quem diga não ou reclame. Elitista, preconceituoso, arrogante são alguns dos epítetos que receberá.

Agora ninguém pede algo. Exige-se. “É o meu direito”,“Eles são ricos” e “Isto não vai prejudicar ninguém” são expressões corriqueiras. E assim vão se corroendo princípios e valores morais. A lei de Gérson foi promulgada e com isto, a cada dia, a noção de cidadania vai perdendo seu valor. Ninguém se preocupa mais com o país. Querem garantir o seu. E assim, com a omissão criminosa da oposição, o governo petista vai minando a sociedade e garantido sua permanência no poder.

(Ilustração: Ninhal I, de Antônio Poteiro)
(Arquivo: Lições Noturnas da Democracia, da autora)

5 comentários:

  1. O quê esperar de um desgoverno como o do PT, senão a desedificação da cidadania?

    Cidadão desinstruído é terreno fecundo para a formação tendenciosa, capciosa e ilusória da ideologia da turma da Idade das Trevas.

    E viva o povo brasileiro!

    ResponderEliminar
  2. A desconstrução de um povo se vê no dia a dia. Na programação de TV com os piores exemplos que possamos a ter, vide novelas e minisséries. Nos jornais e noticiarios de TV fazendo apologia as coisas negativas o tempo todo. Nas escolas e lares destruidas pelos exemplos e modelos de vidas mais calhordas a que são submetidos a cada segundo, e acima de tudo por um desgoverno cuja a unica preocupação e fazer acordos, para se perpetuar ainda mais nas delicias fatasiosas de um poder cada vez mais corrompido pela sua própria conveniência.
    Nada é mais abominável que isso...

    ResponderEliminar
  3. Se as leis são afrontadas e desreipetadas há 8 anos, que dirá a boa educação, boa conduta, cidadania. Nem se pode dizer que foi levada pela última enxurrada, ela jaz, sabe Deus onde, há dois mandatos presidenciais.

    ResponderEliminar
  4. Hoje ouvi na CBN o presidente do CRECI pedindo que as pessoas que têm casa fechada em Teresópolis disponibilizem para aluguel.
    Vai quem ache que está ajudando e é capaz de perder o imóvel.
    Link colocado nas Dicas de Tupã.

    ResponderEliminar
  5. Já vem de longos tempos em que os valores morais e éticos do brasileiro vem sendo destruido.
    Porcesso lento e incidioso, quase impreceptível. Televisão de péssima qualidade, jornais podres noticiando somente LIXO. A ascenção de uma classe social sem estudo, sem educação e totalmente desprovido de "conteudo" colabora com isso tambem.
    Lamentável, mas o tal Brasil já era.

    Lunarscape

    ResponderEliminar