terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

NO SENADO, SARNEY DE NOVO, COM A FORÇA DO...



O significado da re-eleição de El Bigodón para a presidência do Senado? Para a instituição, para a democracia, para a vergonha na cara e para o Brasil, nenhum! Nada muda. Sequer muda o método de manutenção do poder, tão comum nesse tipo de gente política: "quem paga as contas, diz a hora de levantar."

Sarney tem a força. Tem o poder. Tem o controle, inclusive, de boa parte do PT, a parte que interessa, lógico. Coisa de Casa Civil para cima, não de petralhada raia miúda. 

Como se alcança isso? Pague as contas da sua casa, e você vai ter o gostinho desse poder: vai mandar apagar a luz, vai controlar o consumo de água, vai ver quem anda telefonando demais. E por pagar as contas, você vai determinar que horas quer que sua empregada sirva o jantar. Vai determinar que seu filho não pode dormir até depois das 10 da manhã e nem pode ficar acordado até a madrugada.

Quem paga as contas, manda. E obedece que tem juízo, a propósito de ditos populares.

A gente tanto fala que a imprensa destepaiz vive ajoelhada para o Expirado e seus governos I e II. O jornalismo de meia pataca segue assim também diante da versão III, o desgoverno ao estilo Caim - o irmão mau. Pois o que a gente vê, também, é o PT - e isso não tem preço - em genuflexão voluntária diante do poder de José Sarney.

2 comentários:

  1. Jorge Atakardiac01/02/11, 16:00

    A imprensa destepaiz vive ajoelhada para o trono. Seja quem for o rei. Ainda mais com as gordas verbas federais de propaganda dando sopa.

    E a oposição de Alto ou Baixo clero onde se enfiou? Nem candidato apresentou. Ficou refem de seus valores amorais e baixou a cabeça. Nem piou.

    Só mesmo o PSOL, com seu candidato de 38 anos de idade em primeiro mandato a dizer não. Como disseram não unânimes ao auto-aumento despudorado de salário.

    Ficar contra Sarney e essa banda do PT que lhe rende homenagem não é mais ser esquerda ou ser oposição. É querer se libertar de uma república (de novo) velha e encardida.

    ResponderEliminar
  2. Raça de víboras! Raça de bandidos!
    Traidores do povo e da Pátria!

    Bandidos ajoelhados aos pés dos chefes maiores do crime!

    Até quando veremos isto?
    Onde estão os HOMENS que ainda têm Honra para limpar nosso país?
    Será que estão TODOS podres,sem distinção?

    Até onde teremos que suportar ?

    ResponderEliminar