segunda-feira, 21 de março de 2011

ACABOU OBAMANIA, ESTADO!

Estado de frenesi. Carnaval da Obamania anfetaminando os componentes da ala da República Popular do Chiqueiro, que curtiram como nunca antes nestepaiz a visita de um presidente americano em terras Chupiniquins! 

Fila de beija-mão, fila de revista íntima (ui!), fotografia de celular pra Orkut! O desgoverno das Trevas viveu dias  de glória da esquerda terceiro-mundista! A imprensa genuflexa voluntária se fartou, arfou, bateu palminhas e nem ganhou sardinhas, mas tudo bem! Mal menor pelo bem maior. Chupinicópolis tentando convencer Tio Sam a lhe conceder sua única obsessão: que os inúteis do desgoverno destepaiz tenham um assento no Conselho de Segurança das Nações Unidas. 

Agora, acabou. O mito Obama embarcou para o Chile, e no melhor estilo escola-Expirado, leva junto a família, muito simpática, Michelle elegante, filhas comportadas, e até a sogra, que como sogra mal sorri. Segue todo mundo, em viagem oficial, registre-se, para desespero do governador Cid Gomes, que carregou a sua sogra pra Paris e levou umas leves bordoadas por isso... Obama pode, Cid. Fica a dica.

Volta o estado ao seu estado de inércia, e nós, impostuintes, que não nos deixamos levar pelo oba-oba-obamaníaco, seguiremos trabalhando, pois ainda devemos dois meses pela frente para sustentá-lo! E o estado segue incapaz de lidar com a tempestade que desaba sobre nós. É a inflação, estúpido! 

Mas quando a coisa realmente se complicar, o PT e seu desgoverno podem sempre chamar Obama. Não é? Ou Fidel. Sabe-se lá.


Qual a imagem relevante da visita de Obama a estepaiz? Estepaiz, sentado na privada, lendo, no granma.cu: "6º membro do CSONU". Uma visão de mundo, pelo olho cego! BSchopenhauer

2 comentários:

  1. Mas é uma merda estepaiz mesmo, viu...

    Já não aguentava mais ouvir falar do Obamis...

    ResponderEliminar
  2. Nem poderia ser diferente. Ter um fato gerador de manchetes desse tamanho desvia prá valer o foco das coisas mais graves.
    O "Ui" da revista íntima foi o must.

    ResponderEliminar