quinta-feira, 24 de março de 2011

ELE QUER TE PEGAR. É O ESTADO, ESTÚPIDO!


Cigarro, cerveja, gordura da picanha e jabuticaba são exatamente iguais para mim. Não consumo nenhum deles porque não gosto de nenhum deles. A escolha é minha. Não é do estado, que determina todo dia o que você deve fazer, comer, beber, pensar - ou melhor, não pensar - alimentando  a ilusão de que sua vida é muito boa porque ele, o estado, afirmou isso na propaganda que ensina todo mundo a mentir que tem uma vida perfeita. E tudo bem se isso, no fundo, te faz infeliz, porque o estado também distribui Fluoxetina de graça nos postos de saúde. 

Mas, e a insuspeitíssima jabuticaba, o que tem com isso? Minha referência à fruta, ali em meio ao colesterol da gordura e ao câncer do cigarro, te causou estranheza, eu sei. Mas só  porque o estado ainda não divulgou, através de alguma ONG de meia pataca, nenhuma tese científica de que há algum componente na jabuticada que vai te causar, sei lá, um câncer tão mortal quanto o tabaco, por exemplo. O estado ainda não proibiu ninguém de consumir jabuticaba. Ainda. Não duvide que isso possa acontecer. Poderia também ser através do ecoterrorismo disfarçado de "sustentabilidade", uma das expressões queridinhas da novilíngua esquerdista, que pode "descobrir" algum fungo na raiz da jabuticabeira que seria responsável pelo buraco na camada de ozônio...E você vai acreditar. 

Tenho a grata satisfação em afirmar que sou uma grande decepção para o estado. Ele não me pega. Sou capaz de definir e escolher os meus valores. Não me interessa, nem um pouco, os valores da sociedade determinados pelo marketing do comportamento politicamente correto. É, eu como jiló até cru, mas não gosto nem um pouco de jabuticaba. 

Se você se assusta ou se choca com o que digo sobre o estado, toda manhã, então você é candidato a ser propriedade do estado. Com grandes chances de se eleger. Porque ele quer te pegar. 

Então, melhor não ler nada do que digo aqui. Melhor ler auto-ajuda. E ser "feliz". 


3 comentários:

  1. É, Honey... daqui um tempo o Estado nos apaga, poque, sácomé, né...

    Agora, essa história e proibição já torrou minha paciência. Daqui uns dias não vou poder fumar meu cigarrinho nem dentro do MEU banheiro. E enquanto isso eles podem continuar roubando.

    Bom dia, Desgoverno! =)

    ResponderEliminar
  2. É... esse é outro fato, Evelyn: o estado pode até nos apagar...

    Rátátátá e puf! Aí entra a pá... Parece que está na moda...

    ResponderEliminar
  3. É Velvet...

    Mas isso nada mais é que um acordo, que essas pessoas fazem com o esPTado... cedem gentilmente seu bumbum e ele entra com o PÉ!
    Mas acreditam que essa "gentileza" os tornam felizes... então que SEJAM felizem né não?

    ResponderEliminar