segunda-feira, 25 de abril de 2011

DOMÍNIOS DA NOVILÍNGUA


Pregar ignorância aos quatro cantos da terra é uma forma de se valorizar o que se tem. O que é o povo? Senão aquilo que os donos da novilíngua dizem que é:

Domínios da novilíngua (1): Fernando Henrique Cardoso afirma que oposição deve priorizar a classe média. O Expirado propala que FHC não gosta do "povão". 

Domínios da novilíngua (2): FHC afirma que oposição deve priorizar a classe média. Imprensa genuflexa repercute a parolagem do Expirado. 

Domínios da novilíngua (3): O Expirado prega que seu partido, o PT, priorize a classe média paulista. Ninguém o acusa de não gostar do "povão". 

Domínios da novilíngua (4): O Expirado prega que seu partido priorize a classe média paulista. A imprensa genuflexa concorda... com picardia.

Mas, hoje em dia, a "crasse" média chegou ao "paraizo" na terra, ficou abonada e ingressou na "luta de crasses". Essa nova "crasse" média [dos domínios da novilíngua] também não sabe o que são três décadas de hiper-inflação. Deve estar doidinha para aprender.

Enfim, nestepaiz, a linguagem é o locus a partir do qual o totalitarismo se estabeleceu, primeiro, e se espraia. Em algum momento, nestepaiz, sob a ditadura do politicamente correto, chamar alguém de político será considerado crime. 

1 comentário:

  1. É muito mais fácil distorcer palavras e publicar matérias de grandes manchetes que fazer trabalhos sérios e investigativos.

    ResponderEliminar