domingo, 17 de abril de 2011

PÓ PARÁ!


Só mesmo um título com o linguajar das ruas para expressar indignação frente a mais um showzinho de “virgem ofendida” dado pela imprensa e alguns políticos cariocas. Os “defensores do Rio” ficaram ofendidíssimos com o arrasa quarteirão Velozes e Furiosos 5 que foi filmado na cidade. O filme mostra um Rio em que comerciante e polícia são corruptos e os homens da lei fazem trato com traficante!


Qualquer carioca diria, “sim e daí”? Mas os demagogos se apressaram em dizer que o filme depõe contra a cidade. Na coletiva Vin Diesel demoliu os já fracos argumento, ao falar de que planejara filmar na cidade desde Velozes e Furiosos 4: “Na época, não sabíamos se seria possível filmar aqui, nas favelas do Rio, mas filmes como “Cidade de Deus” e “Tropa de elite” provaram que sim”.

Desde a criação da RioFilme é que se tenta atrair Hollywood e Europa para que os longas metragens tenham a cidade como cenário. E isto é ótimo, pois gera emprego e “vende” a imagem do Rio. O objetivo está sendo alcançado e é bom que se pare com esta demagogia barata e se tenha Nova Iorque como parâmetro. Nenhuma cidade no mundo foi e é cenário de filme como a “Big Apple”. Só seriado eu cito, sem pensar uns cinco, todos policiais mostrando tráfico de pessoas, prostituição infantil, roubo, assaltos, violência sexual e mortes de tudo quanto é jeito. E ninguém reclama até porque há outras dezenas de filmes mostrando uma cidade bonita, segura com seus museus, parques, restaurantes, etc. A prefeitura incentiva através de taxas baixas e todo o apoio logístico que Nova Iorque sirva, cada vez mais, como cenários de filmes.

Enquanto isto este ano, além do filme Rio, e Velozes e Furiosos 5, Amanhecer (a saga do vampiro apaixonado) também teve a cidade como locação. E uma curiosidade: enquanto em Velozes e Furiosos 5, o herói é resgatado das mãos de policiais americanos e foge com amigos para o Rio, em Amanhecer, a cidade é escolhida como local da lua-de-mel do casal principal... Depois desta, “pó pará” com chourumela por que até os gringos já aprenderam que o Rio é a cidade da beleza e do caos.

Mirtes Guimarães, a jornalista mireiroca. 

Arquivo:


7 comentários:

  1. Excelente.
    E taí o Traécio que não lhe deixa mentir.

    ResponderEliminar
  2. Não sei porque existe gente q ainda se acha no direito de ficar choramingando, querendo passar uma imagem de q o Rio é só alegria.

    Faz favor, né?

    ResponderEliminar
  3. Carioca é assim mesmo: Calça de Veludo e bundão de fora ! Incapaz de enxergar as atrocidades cometidas aqui por falta total de governo e desvios monstruosos de verbas.
    Num relatório da Policia Federal apontam a PM carioca comprometida com o narcotrafico em 89%. Sim 89% dos nossos defensores da lei tem negócios escusos.

    ResponderEliminar
  4. Ô Maninha,como sempre,vc arrasando ao escrever!
    Mto verdadeiro e lúcido seu texto!

    Precisa nos brindar mais c/ esses ótimos textos!

    Vc disse tudo! O Rio de Janeiro é isso tudo!(Como mtas cidades pelo mundo,com mazelas e maravilhas)!rsrs
    Beijim prá vc!

    ResponderEliminar
  5. Amiga Regina,me perdoe! De novo me esqueci de colocar meu nome!
    Comentei o bom Post da Márcia e nem vi onde colocar o nome!
    Sorry.
    Tentarei ser mais cuidadosa!
    Bjs

    Zinha_09

    ResponderEliminar
  6. "O patriotismo é o último refúgio do canalha". O regionalismo jeca é o penúltimo, do canalha jeca.

    ResponderEliminar
  7. Ficando só nos filmes, não depõe mostrar nosssa miséria infinita em Cidade de Deus, em Carandiru e outros que me recuso a assistir.
    Vive a Mirtes, falou e disse!

    ResponderEliminar