segunda-feira, 23 de maio de 2011

ANDEI PENSANDO. PODE, NÃO. DEVE!



Primeiro pensei: putzzz! Um apartamento de 6,6 milhões de reais e mais um escritório na Alameda Lorena. Esse cara gastou quase 8 milhões em unidades imobiliárias, deve ter mais que o triplo para se meter nessa. Depois fui pensando... poxa, como é que pode isso? Salário de deputado não dá para tanto. Depois vieram as “explicações”. Tambem não dava. O cara está nos fazendo de otário, só pode ser. 
A imprensa vai divulgando novos dados e a todo instante o caso Palocci é acrescido de  informações que me irritam profundamente. De “devolução de imposto” em 2007, ele, em 2010, gasta quase R$ 8 milhões  em duas unidades imobiliárias, isso ocupando cargo eletivo (deputado federal), incompatível com a renda dele.
 Consultoria? Uma ova! Ninguém no Brasil ou nos EUA ganha isso com “consultoria”. A não ser que “consultoria” seja sinônimo de “lobby” ou “tráfico de influência” mesmo. Para mim, estamos diante de uma imensa rede de trafico de influências que levam aos cofres públicos, de novo! Pior, com uma oposição desmantelada e anestesiada. Parece que até o Serra virou as costas para os 44 milhões de votos dele. Lamentável.
Mais lamentável ainda foi o Strauss-Kahn, mandatário-mor do FMI, dar uma de idiota. Estupro ou tentativa de (para mim é a mesma coisa), com uma camareira, em NY é estranho. Primeiro achava que era armação, mas depois li um artigo num jornal francês onde uma aeromoça descreve um comportamento bizzarro do Kahn e não tenho mais dúvidas. O cara deixou o poder lhe subir à cabeça. Tamanho poder numa cabeça ruim, só pode dar nisso. Aqui, assistimos esses filmes o tempo todo!
E por falar em cabeça ruim e filmes, Von Trier foi expulso do Festival de Cannes, um festival que ele ajudou muito quando estava estagnado. O motivo, segundo o próprio Von Trier: “Falei bobagens para as pessoas erradas!” Há realmente um problema com os franceses e o judaísmo, mas Trier, isso é com eles, você é dinamarquês e não tem esse problema. Vá lá que  Trier pediu desculpas em público, mas parece que o festival segue sem ele, menos mal. Ah, no final ele culpa a Fluoxetina que toma diariamente...
Antes de encerrar tenho que voltar ao caso Palocci. Me ajudem se eu estiver errado: deputado federal ter firma de consultoria, pode? Deputado federal ganhar mais de 20 milhões em atividades paralelas com contratos que tem “Cláusula de Confidencialidade” e sigilo garantido, pode? Parlamentar enriquecer 20 vezes em 4 anos, pode? Bem, eu entendo isso tudo como “quebra de decoro parlamentar",  mas em se tratar de uma pequena republiqueta de bananas, acho que tudo pode.      E vindo de onde veio, tenho certeza de que o Palocci acha que pode. Pode não, deve.
Lunarscape, músico carioca que é médico por inconsistência do destino.

Arquivo: 

2 comentários:

  1. saudades do doc.
    sabe qual é a diferença do caso palocci para o caso do skd? é que nos estados unidos há lei e ordem. aqui, só na universal...
    aí está toda a diferença, aqui deputado-ministro-lobista não perde o cargo, e dificilmente a polícia ouviria e agiria no caso de uma faxineira denunciar um riquaço por tentativa de estupro. aliás nem se a violência tivesse sido total a polícia prenderia o acusado na hora.
    e pior poucos realmente querem que estas coisas mudem.

    ResponderEliminar
  2. O Poder corrompe ! ;)


    Lunar

    ResponderEliminar