terça-feira, 21 de junho de 2011

DIÁLOGO SOBRE A PARCERIA


Quase tudo cabe numa parceria, se há, nela, dignidade, verdade, transparência e humanidade. É preciso que seja, absoluta, para que exista. Parceria não precisa ser cortada no ar, densa. Sobrevive no éter, depois de consolidada. Tem que ser leve. Para ser levada. Parceria é simples, de uma simplicidade excruciante, mas é complexa, porque é abrangente. Nela, tudo é permitido. É destemida. Tanto, que é temida.

Parceria invade, com força ou delicadeza, mas tem permissão para isso. A parceria faz rir e faz chorar, não tem problema, a obrigação da parceria é fazer. Parceria reverencia. Idolatra. Mas cobra. Parceria quer, e toma, o retorno. Parceiro come pipoca boa, vendo filme ruim, porque sabe que você vai junto, comer pipoca ruim vendo filme bom. Critica seu macarrão grudento, joga tudo no lixo,  mas paga a pizza.  Parceria incomoda, mas resolve. 

Parceria não acha a menor graça na sua piada sem graça. É honesta. Ou egoísta. Parceria te leva para a festa que gosta, mesmo sabendo que você detesta. Vai detestar sempre os lugares que você gosta, pois sabe que depois, você dará um jeito de se vingar. Parceria espera sua vingança. Deseja sua vingança. Vai se divertir com sua vingança. Parceria é sádica. E masoquista.  Parceria vai. E volta. 

A parceria te dá bom dia mesmo quando você teve uma péssima noite, é insensível. Te responde, mal-humorada, mesmo sabendo que você teve uma ótima noite, e está numa boa! A parceria sobrevive à qualquer noite, sabendo que, pela manhã, terá sua solidariedade. Porque enfiou o pé na jaca, e agora, amarga a ressaca. Parceria entra com você na banheira da Rê Bordosa. Parceria, te tira dela. Te dá a garrafa, quando precisa, e bebe no bico, com você. Parceria te impede de pegar a garrafa, quando você perde a noção. Também perde a noção com você, e a água da banheira esfria, e a ressaca é só o começo. 

Parceria compra o livro que você queria, ou te manda aquele CD que procurava, encontrado por acaso. Parceria leva seu livro, que você nem leu ainda, porque sabe que vai te devolver. E não devolve seu CD. Parceria é cara-de-pau, mesmo.

Parceria te deixa sozinho, sempre sabe quando você precisa. Está sempre presente, sempre sabe quando você precisa. Parceria te enlouquece, porque te vê como você é, e você quer ser visto como gosta de pensar que não é. Parceria valoriza cada defeito que você tem. Se é baixo, cínico, cheio de regras invisíveis, se é falador, extrovertido, contundente, polêmico, brigador, calado, inquieto, inseguro. Parceria incomoda, porque é igual a você, sendo totalmente diferente. Parceria é diferente, e se faz igual, para ser totalmente parceria. 

Parceria exige sua atenção. Parceria te consome, porque é egoísta: quer que você olhe, veja, sinta, afague. Brigue. Mas não ignore. Parceria te suga. E te acrescenta. Te diminui, só para te aumentar depois. Parceria pode. Porque não pode, e sabe sempre que não pode. Por isso, a parceria faz e acontece.

Parceria ajoelha no milho com você. Ou, em seu lugar. Parceria te coloca de joelhos no milho, pra te dar um pouco de lucidez, quando você erra feio. Te faz sentir dor. Para sentir-se vivo. Te faz curativos, para sentir-se amado. Parceria elogia. Mas te joga um balde de água fria, quando você refaz as besteiras de sempre, que prometeu não mais fazer. Parceria perde a paciência, por isso. Desiste de você. Depois, desiste de si mesma, para ser parceria. 

Parceria vira as costas. Mas se você virar as suas, pode apoiá-las, naquelas. Te suporta. Te sustenta. Te dá rasteira, só pra ver o tombo. Te dá a mão, te levanta. E você se zanga. Parceria te faz  carinho no rosto e desmancha sua zanga.  Parceria te ensina a odiar. E a transformar o ódio em motor. Parceria te liga. Parceria te faz ver o contrário. E te desacelera. Te tira da tomada, e te dá repouso. Parceria abriga. 

Parceria engana. Para desnudar-se aos seus olhos. Parceria quer sua bronca. Não seu elogio, incondicional. Parceria é incondicional. É procura e encontro. Parceria é cuidado, zelo, atenção, calor humano. Parceria se importa se você não comeu, se não emagreceu, reclama se fez o que o médico proibiu, te dá o que você não pode comer, só para te ver sorrir, uma vez. Segura sua mão, quando você toma soro na veia. 

Parceria não quer saber se cortou o cabelo ou tomou o chá, se a camisa está bem passada, se tem olheiras, se dormiu demais, se teve pesadelo. Parceria se contenta em saber que você está tocando sua vida. Parceria não se importa se você jogou bola, desde que você faça gol - ou  defenda um pênalti. Se trucou ou se conseguiu um royal straight flush, bem. Se perdeu no jogo, amém. Parceria até ri, quando você perde a aposta porque seu time perdeu a final do campeonato. Mas lamenta, solidária, se sua estrada estava congestionada, na volta do feriado. Parceria quer que você conte, tudo isso que, por ser parceria, não quer saber. Mas precisa.  Parceria quer ouvir. Quer te ouvir. Parceria quer, mesmo, é saber se respirar está fácil. Porque não pode respirar por você.

Para ter parceiro, é preciso dois. Para ser parceiro, basta um.

Você tem um parceiro? Então, quem sabe, está na hora de perceber que pode ser um, também. 

Arquivo:

3 comentários:

  1. Tenho bons amigos e parceiros, é assim que se escreve uma biografia, não aquela seletiva que você contrata um ghostwriter para contar as mentiras bonitinhas de sua vida, e esperar aplausos, como acaba de fazer José Sarney.
    A autobiografia é a imagem que você deixa no coração de seus entes queridos, filhos e netos principalmente, essa é irrefutável e verdadeira. Um grande abraço aos meus amigos, muitos até aqui do Twitter, onde colecionei uma meia dúzia. Eles sabem de que falo.
    Inclua-se você, Regina.

    ResponderEliminar
  2. Eu acho parceria coisa mais importante do mundo. Tive alguns nessa vida, perceiro intelectuais, pareceiros de alma, parceiros de viagem... deles s'o tenho boas lembranças. Mais um parceiro á algo raro... não acontece a toda hora. E como vc disss, o verdairo parceiro,é aquele que sempre te diz a verdade

    ResponderEliminar
  3. S E N S A C I O N A L !!!!!

    ResponderEliminar