terça-feira, 7 de junho de 2011

PARECER PADRÃO ZÉ DAS COUVES



Ontem, logo após a notícia de que o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, arquivaria o pedido de investigação de Antônio Palocci, por não encontrar indícios de crime em seu súbito enriquecimento, brinquei no Twitter, com a expressão #EuSouGurgel.

Pois hoje, resolvi levar a coisa mais a sério. Não sou jurista. Nem bacharel, sequer estudante de Direito. Mas sou redatora, especializada. Fui ghost writer por mais de 16 anos. E sei consultar fontes, conforme defendo*, na esperança que os que atuam na imprensa, meio similar ao meu, façam. Logo, a elaboração de um parecer, dentro dos conformes, como se eu própria fosse do MPF, foi moleza. Segue o de cujus:

"Mesmo não havendo representação criminal contra o Zé das Couves, a investigação pode-se instaurar de ofício, pela polícia ou pelo Ministério Público

Considerando que o Zé das Couves teve aumento de R$ 1 mil no seu patrimônio, e couve não rende isso, há sinais exteriores de riqueza que justificam a investigação. O enriquecimento do Zé das Couves, se não tiver justificativa, pode indicar prática de ilícito penal, como lavagem de dinheiro, sonegação, corrupção.

Portanto, determino a instauração de inquérito policial para investigar eventual prática de crime por Zé das Couves.

Brasília, 06 de junho de 2011

(assina)  
Inquisidor-Geral do Zé das Couves."

Pronto. Fácil. Está dada a aula de como redigir um parecer APROPRIADO para o "Caso Palocci". Então, Gurgel, baby, da próxima vez, pode me consultar, meu querido! Aproveita que a oposição acabou de anunciar que dará entrada em mais 6 representações contra o Zé das Couves do Planalto. Passa aqui! Te dou uma mãozinha. Nem precisa se preocupar - o Veneno Veludo não cobra consultoria por isso... 

*Leia também:

5 comentários:

  1. E o cara gastou quase 40 páginas prá chamar todos nós de lesos.

    ResponderEliminar
  2. Querida Regina.

    HAHAHAHA, lindo isso!!
    Eu nunca sei quando você é melhor, Quando é veludo e cai a noite, ou quando é veneno...
    Essa postagem deveria vir com o link do Gurgel, para gente mandar. Quem sabe ele aprende.

    Da-lhe Regina

    ResponderEliminar
  3. Deci, não seja por isso: @MPR_PGR twitter da PGR. O do MPF geral é @MPF_

    Pode mandar o link pra ele, rsrsrs.

    ResponderEliminar
  4. Aêee, Gurgel, descolou uma aulinha básica e fundamental ao seu ofício 'de grátis', hein?!
    Hahaha... Muito bom, Regina!... Adorei!!!

    ResponderEliminar
  5. Agora o melhor de tudo é que o Gurgel teria ficado p da vida com a saída de Palocci e acha que foi usado.Mas a raivinha deve passar até amanhã quando será reconduzido para mais dos anos.
    No mais, o parecer é mais uma constatação de que este desgoverno considera que realmente este é o país dos tolos. Até tem muitos, mas ainda há uma minoria que pensa.

    ResponderEliminar