quinta-feira, 21 de julho de 2011

CAI A NOITE


Tu dizes que tens saudades
Eu sei - Saudades de viver
Tua fala, expressa, descreve-me
Fotografa-me - a tua saudade vive
Digo eu, e redigo
Gosto que a tenhas - que a sintas, 
Conta-me sempre, não me importo, eu quero.
Minha vaidade - és tu que alimentas.
Tu te ausentas - não o faças
Se me deixas abandonado - por toda a manhã
Um absurdo, ralho contigo!
Fico um tanto sem lugar - e não gosto.
Eu, que me vejo monocórdio
Sei que para ti, sou outro,
Sei que tu me vês - outro
Só tu vês. Tanto. Muito.
Só tu - só eu sei -  
és minha.

3 comentários:

  1. Sintonia fina entre as pessoas é uma das coisas mais raras que existem, por isto mesmo é tão preciosa.
    No amor, é para poucos.
    Somente para os sortudos...

    Bjks!

    ResponderEliminar
  2. Forte e amargo como um café bem feito. Lindo! Velvet

    ResponderEliminar