segunda-feira, 4 de julho de 2011

VIVA A VIDA, VÍVIDA

“E o testemunho é este: 
que Deus nos deu a vida eterna; e esta vida está em seu Filho.” 
(1 João 5:11)

Deus nos agraciou com o essencial. Não posso querer Dele o que me é acidental, de minha integral responsabilidade.

Há momentos, na vida, que olhamos para trás e vemos, mais próximo, o que estava mais distante, num passado de reminiscências, lembranças, tristezas, alegrias, choros, sorrisos... que são causas presentes, do que somos, e futuras, do que desejamos ser.

Qual o exato momento, em nossas vidas, em que tomamos consciência, conscientemente, de quem somos, de onde vimos, para onde vamos? São indagações que me colhem, transeunte, constantemente.

O primeiro sopro, a primeira lágrima, o primeiro acalanto, o primeiro filho, a alegria que contagia, perpassa corações, sentimentos, almas.

O primeiro passo, a primeira queda, o primeiro aniversário... Consciente? Quem lembra? Os segundos, os terceiros, os quartos... intermináveis, num momento, finitos? Quando? Importa?

Assim, a vida, vivida, vívida... 

BSchopenhauer

Arquivo: 

4 comentários:

  1. É por isto que eu sou fã de vocês...
    Parabéns sempre, pela inteligência e sensibilidade!

    ResponderEliminar
  2. A reflexão de tudo que vivemos é que nos faz melhor a cada dia, um de cada vez.

    ResponderEliminar
  3. A inteligencia é um dom, que quando transmitida com qualidade, temos só que agradecer, por isso VV, MUITO OBRIGADO!!!

    ResponderEliminar
  4. Amigo, vc foi na mosca !!!
    A felicidade é a degustação perfeita de cada um dos pequenos temperos da vida.

    ResponderEliminar