quarta-feira, 21 de março de 2012

ONDE FALTA IRA SANTA, SOBRA CORRUPTÓPOLIS

Há alguns dias venho dizendo que o estado, via seu governo, me desestimula a criatividade. Não consigo redigir nada que já não tenha sido dito e redito, milhares de vezes, seja por mim ou por quem sabe o que diz. Assim sendo, basta buscar no arquivo do próprio Veneno Veludo e lá está algo que registrou uma situação passada mas que se repete, repete, repete. À exaustão. 

E sabem o que é pior (para mim)? A falta da "ira santa" também é a mesmíssima. Aliás, está bem pior. Haja bichinhos e plantinhas (como disse a Dani Brasileira Insone), não está fácil para ninguém. Porque é politicamente correto exalar como somos pessoas de boa fé e temos boa fé nas pessoas, a indignação contra a "corrupção" é movida pelas boas intenções e amor no coração. 

Se alguém acha que nossos corruptos de estimação se descobrirão envergonhados e se converterão à decência porque o povo brasileiro se apega a frases de auto-ajuda... é, estamos perdidos!


De quem essa ira santa Essa saúde civil Que tocando a ferida Redescobre o Brasil?
Quem é esse peregrino Que caminha sem parar?  
Quem é esse meu poeta Que ninguém pode calar?  Quem é esse?
Miguel Arcanjo, Guerreiro, Guardião da Ira Santa

Em setembro de 1983, Milton Nascimento e Fernando Brandt lançaram O menestrel das Alagoas, música que ficou famosa na voz de Fafá de Belém ao se transformar, assim como Coração de Estudante, nos hinos da campanha das Diretas-Já. Ela foi feita em homenagem a Teotônio Vilela, o político alagoano que cobrava a redemocratização nacional nos idos dos anos 70, em discursos memoráveis que lhe valeram o apelido de Menestrel das Alagoas. Isso, no tempo em que havia, entre os políticos, a capacidade e a disposição para discursos memoráveis.

Sempre acreditei que a nós, brasileiros, faltam guerras na nossa história, o que ajudou a criar o mito do "brasileiro cordial", que não passa disso, um mito. Não somos cordiais, somos apáticos. Não fomos educados para vencer. Podemos até entrar em algumas batalhas, mas jamais liderar uma vitória numa grande guerra. Em muito, nos assemelhamos em determinado aspecto dos judeus que foram vitimados pelo Holocausto: aquela passividade submissa com que marcharam para a morte, chegando pontualmente nos pontos de transporte, andando sobre os próprios pés para os locais de execução, cavando os próprios túmulos, despindo-se, dobrando cuidadosamente as próprias roupas e deitando-se, lado a lado, para serem fuzilados. 15 mil judeus num campo de concentração, e nenhuma reação aos soldados nazistas.

Essa submissão não se deu de repente, pela simples força bélica da SS. Ela foi construída insidiosamente, com planejamento, inteligência. Anos antes, a SS usava, sistematicamente, um sistema de dominação que conseguia destruir emocionalmente suas vítimas antes que elas subissem no cadafalso. Sem que elas se dessem conta do que as vitimava, foram mentalmente levadas a abandonarem-se, a ponto de deixarem de afirmar suas identidades. Até permitirem, anos depois, que fossem levados à ratoeira sem protestar. Toda a movimentação, que há anos, os doutrinadores da esquerdopatice (by BSchopenhauer) vem construindo nestepaiz, tem esse objetivo, na mesma proporção em que o socialismo e o nazismo têm a mesma origem.
Digite "totalitarismo" na caixa de pesquisas do blog, para ler o que já publicamos sobre os seus perigos. Justamente porque, quando se instala de vez, já não há reação. Está tudo permitido, em nome do que conseguiram convencer que seja necessário para o "bem-estar social": o politicamente correto, um dos métodos de dominação preferido pelo estado totalitário. Que, ao conhecermos a história recente da humanidade, sabemos bem onde vai dar: nas câmaras de gás, ainda que não literais, nestepaiz. Por enquanto, porque também não duvido de mais nada, em relação à tal gente. E nesse caso, iríamos mesmo para um forno de pizza, porque estamos nos tornando incapazes até de gritar.

Sempre afirmei que não incorporo causas, mas defendo ideias. Abstraio da causa das Diretas Já e da música, a ideia-força de que sinto falta, mesmo entre os poucos cidadãos com a vocação para patriotas: a ira santa.

Ira santa não é pura raiva, mas é muito mais que indignação. É a indignação que nasce da consciência plena da gravidade dos fatos presentes e de suas consequências, futuras. Esse é o diferencial. A indignação é presente. A ira santa é a não aceitação do que o presente causará para o nosso futuro. É indignação entristecida, que, ao invés de deprimir e imobilizar, ao contrário, motiva. É sentida e manifestada quando o homem de bem percebe que foi desrespeitado em seus valores: ira santa é a reação que se tem ao não ter medo de guerrear em defesa de sua honra. 

Ao vermos o desgoverno superpovoado de imoralidades, corrupção e sabe-se lá toda sorte de quais outros crimes, a ira santa deveria surgir, como consequência dos efeitos devastadores que promovem contra o país, contra a sociedade e contra a vida dos indivíduos! Deveríamos guerrear, contra a ordem muda imposta que transformou o Brasil nestepaiz e imediatamente depois, se transformou em CorruPTópolis. "Lutar e lutar, até que os cordeiros se tornem leões." 

O desgoverno, no entanto, quer a todos desarmados. A mente armada, não submissa e livre, é tão poderosa, que para chegar a dominá-la, o estado fundamentalista promove até o desarmamento literal, esse da campanha que pretende impedir que o cidadão cumpridor de seus deveres e das leis, tenha o direito de possuir uma arma para sua defesa, de sua casa, de sua família. Esse tipo de "sentimento" vai engendrando-se, sedimentando nas pessoas, a tal da "sociedade civil", até que se tenha o controle total do ratinho que segue, submisso, para a morte na ratoeira.

Toda ditadura mata, e morre o homem de bem, relegado à violência, a banalização do crime, propiciadas por zero política de segurança pública, zero controle do tráfico de drogas - e armas, essas sim, ilegais - pelas fronteiras, zero de política de execução penal, exceto a que beneficia o bandido: quanto mais criminosos soltos nas ruas, mais pessoas cumpridoras das leis presas em suas casas. Zero investimento em treinamento, equipamento e condições de trabalho e salário das forças policias, federais, rodoviárias, bombeiros e militares (leia-se as greves recentes e o adiós à PEC 300). 

Mata a corrupção generalizada, que desvia bilhões dos cofres públicos, para os bolsos privados. Esses corruptos, os bandidos que portam canetas com que assinam os meios para os desvios, matam, assim, o motorista que enfrenta péssimas estradas no país todo. A corrupção desses criminosos da caneta mata quem necessita de atendimento médico pelo SUS, e não conta com tratamentos que vão de gesso para fratura até câncer e hepatite C: não há medicamentos e vagas em UTIs, deficiência que tem vitimado, principalmente, crianças e idosos. 

O estado, via governo, segue armado, o que lhe confere o poder de seguir praticando o roubo, o assalto, o furto. O estado não pode deter todos os direitos, a isso dá-se o nome de tirania. O cidadão tem direito de defesa, a defesa física e a de possuir e emitir as suas próprias opiniões. Mas, quem de nós está disposto a se armar de ira santa? Quem tem essa saúde civil? Quem é esse?


Arquivo:

17 comentários:

  1. A Bem Da Verdade10/08/11, 16:16

    Regina simplesmente sensacional.

    ResponderEliminar
  2. Ma-ra-vi-lha!E meu maior medo é que quem se apresente com "ira santa" seja da extrema direita. E, estamos caminhando para isto

    ResponderEliminar
  3. Texto irretocável, alias estava mesmo precisando ler exatamente o que acabo de ler. Sim porque já tinha o esboço pronto para fazer algo parecido, tamanho a minha indignação com o atual "Status Quo".
    O PT não inventou a roubalheira, não tem competência pra tal, apenas se apropriou e alastrou o fenômeno. Entregou cargos para sindicalistas famintos (passa-fomes mesmo) e "liberou" geral. Tipo "Roubo e Deixo Roubar".
    O PSDB nos 8 anos que ficou no poder tambem se sujou muito.
    O PMDB com o Sarney então nem se fala.
    É da natureza do politico Brasileiro, esse ser é podre, sujo, imundo e acima de tudo um mega anti-brasileiro.
    Solução: Pena de morte para crimes de corrupção, com televisionamento ao vivo em horário nobre. Metodo: Queima ao vivo do ou da meliante.
    Mas "Not Gonna Happen", o brasileiro é frouxo demais para isso, omisso e cagão.

    Lunarscape.

    ResponderEliminar
  4. Texto impecável! Quem lembra um pouco da história vê fatos se repetirem. Para enxergarmos o futuro temos que olhar o passado. Assim como Lula, Hitler teve apoio da sociedade para execução de seus planos megalômanos, e paulatinamente foi "adestrando" a população até seu objetivo final. Quem me conhece sabe bem o nível de revolta que enfrento. Não consigo entender como pessoas culturalmente elevadas não consigam um levante contra o que está errado. Contra a tunga ao nosso suado dinheiro honesto, já tão vilipendiado pelos impostos e engargos. Pago imposto e lá na ponta políticos corruptos e ladrões enfiam em seus bolsos e alimentam partidos igualmente vis.
    Não tenho mais ar, estou sem respirar liberdade. Dia a dia perco um pouco de direitos assegurados em nossa Constituição Federal, aquela que Lula, nos exercício do poder, se referiu com "A Constituição que se foda" quando queria expulsar o jornalista americano. Isso deve ser uma gota do possamos saber.
    Escrevo isso em meio a atividades profissionais e talvez não esteja tão bom quanto eu desejasse, mas aproveito um gancho maravilhoso que Velvet nos proporciona, realmente gostei muito.
    Parabéns Velvet.

    ResponderEliminar
  5. Musica por musica acho que Vida de Gado se enquadra melhor ao povo servil e submisso tupiniquim.

    ResponderEliminar
  6. Ao que Rê escreveu, nada a excluir, corrigir, adicionar ou retemperar.É o grandiloquente sentimento comum do "cidadão de bem... indefeso".
    Ver-se sustentador do "status quo" através dos impostos que paga, mas usados sempre contra seus interesses, desejos e espectativas.
    Por várias vezes postei #desobedienciacivil. Gandhi nos ensinou a resistência pacífica. UTOPIA ???
    Então, quem quer CONSPIRAR e REVOLUCIONAR ?
    "Me inclua fora dessa" não é aceitável nas 2 opções.

    ResponderEliminar
  7. Fanática a Materia.
    Eu acho bom pensar que apesar de toda a sombra de ignorância que paira algumas esferas da sociedade, alguns começaram a despertar.

    ResponderEliminar
  8. Absolutamente genial, completo e definitivo. Como doi ver a corja tripudiar diuturna e noturnamente sobre a população que se dá ao trabalho de pensar nesse país. Não aparece nenhuma voz realmente forte e contínua capaz de manifestar com alcance nacional, a indignação presente e crescente. A eterna cantilena do "Não Sei, Não Ví, Não fui eu, Fui Traído", antes reservada ao estrelão, foi reproduzida com a velocidade dos préas e atinge todos os níveis e todos os poderes.
    Ver e ouvir ontem O Zé Cardoso e o Marco Aurélio "indignados" com o uso de algemas em bandidos comprovados e cobrando explicações dos policiais foi enauseante.
    Chega...Já estou fazendo tratado.
    De novo: ótimo texto.

    ResponderEliminar
  9. QUERIDA REGINA

    ESTA PREGAÇÃO DE QUE BRASIL FOI E É VITIMA DISTO, DAQUILO TRANSFORMOU ESTE POVO EM PRESA FÁCIL PARA AQUELES QUE VIERAM TRAVESTIDOS COMO SALVADORES DA PÁTRIA, COM DISCURSOS QUE OS LEVARIAM PARA SHANGRILÁ ONDE TUDO CORRE NA MAIS PERFEITA ORDEM E NO BEM ESTAR DE TODOS.
    O TEATRO MONTADO, OS ATORES EM SUAS POSIÇÕES E A PEÇA TEM INÍCIO. COM O PASSAR DO TEMPO ALGUNS COMEÇAM A ENXERGAR QUE O TEATRO É FALSO, OS ATORES SÃO FALSOS E A PEÇA CAMINHA PARA UM FIM TRÁGICO. UNS CONTINUAM COMO TELESPECTADORES, OUTROS SE RETIRAM E POUCOS COMEÇAM A VAIAR NUM ÚNICO TOM QUE DESPERTA OS TELESPECTADORES PASSIVOS E OS QUE SE RETIRARAM RETORNAM. O SOM ENSURDECEDOR COMEÇA A ECLODIR FORA DO TEATRO ECOANDO POR TODOS OS CANTOS, EM TODOS OS OUVIDOS E AQUELES POUCOS ATIVISTAS CONSEGUEM MEXER NO BRIO, NO PATRIOTISMO E NA CORAGEM DE CADA UM! E, COMO UM EXÉRCITO, PARTEM PARA A DESMONTAGEM TOTAL DO PALCO DOS HORRORES !!!

    Marisa Cruz

    ResponderEliminar
  10. O blog ficou mais bonito com essas mudanças.
    O texto é excelente! Diz muito do estágio atual de dominação da sociedade pelo Estado, pelos donos do Estado...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada! Aceito sugestões de mudanças... :^)

      O estado brasileiro, e sua sociedade, vive uma crise de valores morais, cívicos e de gestão. Nunca antes o chavão "está tudo corrompido" fez-se tão presente. É cíclico, as histórias, os fatos, as situações se repetem. Mudam alguns agentes, se tanto, mas os princípios ruins são os mesmos. Lamentavelmente, não vejo saída a médio prazo. A longo prazo, só saberei se arrisco dizer sobre uma saída, em 2015, um ano depois da Copa do Mundo. Lá, já estaremos "sentindo" os efeitos devastadores dessa versão de desgoverno.

      Eliminar
  11. MAgnífico e verdadeiro texto.

    ResponderEliminar
  12. Regina ! perfeito seu texto.Precisamos de Uma ira santa más antes de tudo precisamos de um povo santo(santo no sentido de não se corromper e se vender tão facilmente).Quando conseguirmos uma nação digna e fiel aos seus próprios propósitos e valores a ira santa chegará,agora temos que nos perguntar por que meios conseguiremos chegar ao coração do cidadão para que ele seja fiel a ele mesmo e não ao governo com seus ventos ideologia mortífera.

    ResponderEliminar
  13. OLÁ PASSEI POR AQUI E GOSTEI.
    ABS DO BETOCRITICA.BLOGSOT.COM

    ResponderEliminar
  14. Querida amiga Regina,
    O povo brasileiro não liga muito para política, o que os motiva é a temperatura do bolso ....
    Precisamos refletir sobre quem manda de fato no Brasil e no Mundo, pois são esses os verdadeiros responsáveis pelo que está ocorrendo aqui e em todo lugar ....
    Faz muito tempo que os políticos se entregaram aos verdadeiros donos do Mundo ....
    A busca contínua por dinheiro e poder, é isso que mantém os donos do Mundo motivados ....
    Enquanto o destino do Mundo estiver nas mãos dessa gente, não vejo muita esperança para nós, cidadãos comuns ....
    Hoje é dia de manifestação nas principais capitais, #Os20doMASP estarão pedindo a punição dos corruPTos, principalmente do chefe da quadrilha ....
    Que eles sejam bem sucedidos e consigam gerar pauta na mídia, torço por isso ....
    É isso aí, um forte abraço !!!!
    Cheers !!!!
    @BobWebBB

    ResponderEliminar
  15. Magistral, Regina! Abraços, @DarkRaposao

    ResponderEliminar