domingo, 21 de agosto de 2011

É DOMINGO - VIVER É ATO DA ALMA COM A RAZÃO



Viver é uma função comum ao homem e às plantas, e aqui apenas se busca o que é exclusivamente especial ao homem; é por isso necessário por de lado a vida de nutrição e de desenvolvimento. Em seguida vem a vida da sensibilidade, mas esta, por sua vez, mostra-se igualmente comum a todos os seres - o cavalo, o boi, e em geral a todos os animais, tal como ao homem. Resta, portanto, a vida ativa do ser dotado de razão. Mas neste ser deve distinguir-se a parte que não possui diretamente a razão e se serve dela para pensar. Além disso, como esta mesma faculdade da razão se pode compreender num duplo sentido, devemos não esquecer que se trata aqui, sobretudo, da faculdade em ação, a qual merece mais particularmente o nome que a ambas convém. E assim o próprio do homem será o ato da alma em conformidade com a razão, ou, pelo menos, o ato da alma que não pode realizar-se sem a razão. 

Aristóteles in Ética a Nicômaco

Sem comentários:

Enviar um comentário