sábado, 4 de fevereiro de 2012

SÉRIE: VESPEIRO, O AUMENTO DO JUDICIÁRIO

Depois do imbroglio CNJxSTF já encerrado, ao que parece, volta à pauta o aumento salarial do Judiciário. Aumento de servidores públicos, em qualquer das carreiras, é sempre algo polêmico. Porém, em tudo há um porém. Re-editamos a publicação dos três artigos que levantam dúvidas e jogam luz sobre os objetivos ocultos do desgoverno das Trevas em negar o aumento salarial pretendido pelo Judiciário e MPF no O.G.U. 2012. Os três artigos, de autoria de BSchopenhauer. Porque pensar não dói, e esclarecimentos sobre todos os lados de todas as questões é algo que falta nestepaiz de informações sempre tão limitadamente tendenciosas. Clique nos títulos para acessar cada um. Como toda trilogia, a sequência faz sentido. 



1 comentário:

  1. Çuas inçelençcas do STF e STJ vêm há muito tempo querendo substanciais aumentos de salário-base, sem contar as infindáveis mordomias e pagas indiretas (vide boussa aipédi, segundo a Letícia Maria). Prá disfarçar, colocaram no pacote aumento para os demais funcionários prá aumentar a base de pressão. E só ficam julgando de forma homologatória as prévias decisões do planalto. Canalhas.

    ResponderEliminar