domingo, 30 de outubro de 2011

ENQUANTO O TEMPO PASSA



Um poeta disse que toda carta de amor é patética. Pode ser. Afinal, quem sou eu para desconstruir uma poesia. No entanto, para mim, a grande questão é: o tempo passa o tempo voa e ainda é difícil lidar com o fim de uma relação. Não importa se longa ou curta, se profunda ou casual, se intensa ou temperada, o fato é que no rompimento, se sente o fogo queimando e a ferida doendo desatinadamente.

Mas, se todos sabem que é sempre aquela velha história de luta por amor e glória, também tem noção de que no fim desta batalha cabe ao perdedor ficar quietinho em seu canto. E não é por maldade não, é que simplesmente um pouco de ilusão e de esperança acompanham cada despedida. Corações que não são feitos de papel não suportam encarar que às vezes o amor não é eterno nem enquanto dura.

Sim, porque as ingênuas canções de amor e Hollywood ditam que um grande amor é sempre inesquecível. E atire a primeira citação oscar wilderana aquele ou aquela que nunca quis voar para lua ou ir além do horizonte com a pessoa amada. Alguém é capaz de negar que afogado na escuridão das lembranças de um grande amor não ansiou pelo raiar de um novo dia? Você pode até achar que já há poemas, filmes e canções bobas de amor suficientes. Mas, se você olhar para o lado verá que elas nunca são demais.

Claro que dizer em sã consciência que quer ser o tampax ou o sangue da ferida de alguém é um pouco demais da conta, mas muitos de nós continuamos a acreditar que o amor muda tudo. Há aqueles que chegam a dizer que o amor é tudo. Talvez por isto seja desconcertante não só rever um grande amor, como também falar dele no passado. E isto leva a um jogo de culpa que faz tanto mal e nada resolve. Por isto o ideal é não querer ver o que outro diz nuns olhos nos olhos pirracento.

O segredo não é sentar à beira do caminho, e sim levantar sacudir a poeira e dar a volta por cima. É assumir que não mudará de calçada quando aparecer uma flor e que não rirá de um novo amor. Sim, por que não importa idade ou sexo a verdade é que com mais ou menos intensidade somos movido a fogo e paixão. E no fundo o bom mesmo é ter um xodó que alegre o nosso viver. Portanto, com a certeza que no final tudo no amor é justo, bola para frente, que atrás vem gente. E lembrem-se: figurinha repetida não completa álbum!

PS – Sim, você está certo, este texto está propositalmente inundado de citações de poesias e de canções em 3 idiomas. Mas, quais? (rs)

Mirtes Guimarães, jornalista mireiroca que traduz o cotidiano para o blog

ARQUIVO:

18 comentários:

  1. Marcinha, seu texto me remeteu à carinho. Colo. Calor. Conversa em voz baixa, pés calçados em meias sobre o sofá, café fresquinho, música ao fundo.

    Conforto. É o que me fez sentir falta. De um abraço. Real. Leal. Firme. Aquele...

    ResponderEliminar
  2. marcinha, para mim nada podia ser tão atual, pois estou celebrando despedida de casada. Mas que naquela fase que o ex parece um tratamento de canal, podia haver uma lei que impedisse que o ser andasse na mesma rua, frequentasse os mesmos lugares ou te dirigisse a palavra. Afinal não temos sangue de barata.

    ResponderEliminar
  3. Querida Marcinha.

    Texto muito verdadeiro, divertido e triste também.
    Hoje acredito que sempre que estive apaixonado e declarei amor eterno, não estava mentindo. Foi verdade enquanto durou e eu sempre tive uma capacidade incrivel de me apaixonar de verdade a cada relacionamento. Viver com intensidade não é pecado, e mesmo um pé na bunda servia de forma maravilhosa pra eu curtir uma bela fossa até me apaixonar de novo.
    Mas a verdade não é tão facil assim, e sempre evitava os lugares onde ia com as ex, mas como a memoria não é o melhor de meus atributos, houve alguns estranhamentos e olhares tortos.
    Enfim, domingo, e graças ao belo texto da marcia virou dia de consultorio sentimental no veneno.

    Quem passou pela vida em brancas nuvens
    E em plácido repouso adormeceu,
    Quem não sentiu o frio da desgraça,
    Quem passou pela vida e não sofreu,
    Foi espectro de homem, não foi homem.
    Só passou pela vida... não viveu

    ResponderEliminar
  4. Denis,
    kkkkkkkkkk, entendo direitinho o que você falou. Agora também já me aconteceu de mudar de bar e de cinema e o dito cujo referido fazer o mesmo e... dá-lhe saia-justa (rs)
    se bem que eu, com a cara-de-pau que Deus me deu, sempre, finérrima, dava oi e ainda perguntava sobre a família...(rs)

    ResponderEliminar
  5. Texto maravilhoso, que me permito comentar pela nota de rodapé.
    A poucos é dada a graça e virtude de ler e ouvir poetas e colocá-los todos num mesmo conjunto de parágrafos. Atividade reservada àquelas(es) que têm o carinho e emoção para poder compreender a todos eles ao mesmo tempo e deles poderem fazer emoção brotar aos que o lerão.
    Fodástico de novo Mirtes.

    ResponderEliminar
  6. Eu burrona, só consegui descobrir a frase do Charles para Camilla. Que aliás, parece ser um dos poucos casos de amor eterno do século XX. Viva o Prince Charles

    ResponderEliminar
  7. acho que detectei o Wando!! To baixa cultura mesmo

    ResponderEliminar
  8. Como você pediu no TT: as identificações que achei...
    Bamerindus: o tempo passa, o tempo voa.
    Coração de papel: Sérgio Reis
    Vinicius: Eterno enquanto dura
    Além do horizonte: Roberto
    Charles no Tampax ou Somewhere over the rainbow
    Gonzaguinha: no jogo de culpa
    Chico nos Olhos nos Olhos
    Erasmo à Beira do caminho
    Gonzaguinha "sacudindo a poeira'
    Noite ilustrada em dá volta por cima
    Chico mudando de calçada qdo aparece uma flor
    Wando no fogo e paixão
    Dominguinhos no Xodó
    The loosers must have fall ABBA
    Fly me to the moon também

    ResponderEliminar
  9. Botaê, "Long or Short" do Scorpions, lembro já a música

    ResponderEliminar
  10. Anotaê...
    Love hurts, love burns

    ResponderEliminar
  11. Atire a primeira citação, pode ser a primeira pedra?

    ResponderEliminar
  12. Olha que leseira...
    Love is many explendor thing (é assim que escreve0

    ResponderEliminar
  13. Steve Wonder All in love Is Fair

    ResponderEliminar
  14. UIA "ir além do horizonte com a pessoa amada"

    ResponderEliminar
  15. compêndio - poético - propositalmente - prosado.

    Ótima semana para você!

    ResponderEliminar
  16. valeu crianças!
    a-do-rei a brincadeira!
    ótima semana a todos

    ResponderEliminar
  17. Reconhecer músicas, não é meu forte. Em compensação posso dizer que vivi meu grande amor de forma tão absurda e esplendorosa que nada mais que acontecer poderá levar o nome de amor, no máximo, caída, rolo ou caso. Infelizmente passou, mas rendeu uma filha maravilhosa e a lembrança de que fui loucamente amada, se bobear, sou até hoje. A vida é bárbara, que se aproveite cada minuto com sofreguidão, como aproveito. Cheers! Bjs, Blue

    ResponderEliminar