quinta-feira, 27 de outubro de 2011

SEGREDOS DA SEMANA: OS ESPORTES E AS VERDADES


Chega ao fim, enfim, a perfídia folhetinesca de  Orlando Silva Júnior no Ministério dos Esportes e no desgoverno das Trevas. Sai, fingindo-se pela porta da frente, alegando nobreza e patriotismo em defesa da honra. Okey, Orlando. Já conhecemos o leriado. Qualquer redador chinfrim sabe de cor e salteado quais são as expressões-padrão usadas nesses casos. Todas possíveis, menos alguma que contenha verdades incontestes.

Anunciado o deputado federal Aldo Rebelo, também do PCdoB, para substituir um dos mais patéticos ministros num cargo que tomou relevância em tempos de Copa do Mundo e Olimpíadas a serem realizadas (oi?) nestepaiz. Mudará algo? Na teoria, pode ser que sim. A pessoa de Aldo Rebelo é inteligente (é sim... a exceção que confirma a regra sobre o que penso dos comunas), cordato e se porta com razoável sensatez. É o mal menor do PCdoB em particular, dazesquerdas em geral. Mas aí é que mora um grande perigo: mal menor, para o PT e toda a gente do desgoverno, é um mal maior. Possivelmente será "esvaziado". #Copula2014 e #OlimPiadas2016 devem ficar sob alguma nova Secretaria Especial, longe do ministério, ligada diretamente à Casa Civil e à dona presidente.

Cedo para dizer o que se dará dessa mistura. O certo é que os esqueletos dentro dos armários dos vestiários dos Esportes, sejam eles decomposições morais da corrupção do partido ou aquelas que beneficiaram outros além, estendendo-se pelo Eixo Monumental até o Palácio do Buriti, assombrando o governador do DF, Agnelo Queirós, ou expandindo-se Esplanada afora até os gabinetes do Palácio do Planalto, esses, possivelmente o PCdoB forjará que Aldo os mantenha tanto mais ocultos quanto possível for. Não sei se adianta torcer - não há no Estatuto do Torcedor nenhum artigo para isso - que Aldo Rebelo faça valer algo em sua história, e não seja, ele próprio, cultivador de esqueletos e vermes no desgoverno da Idade das Trevas III. 

Ocultações e inverdades por todos os lados, e ainda fecha-se a semana com a aprovação da Comissão da Verdade no Senado. Da verdade, que deveria ser única. Mas sabemos bem que será meia-verdade, o que é uma mentira inteira. Fosse honesta, o próprio nome poderia ser Comissão das Verdades. Mas isso é aquela nossa outra história. (Velvet)


Criada, enfim, a "Comissão da verdade", para um povo que não tem memória. Qualquer mentira contada pelos poderosos passará por "verdade". Criada, enfim, a "Comissão da verdade", para fazer a hagiografia dos "aprendizes" de ditadores comunistas, de 1964 a 1985. Para apagar os fatos criminosos praticados pelos "socialistas de boutique", de 1964 a 1985. 

Nestepaiz, não é mais "cada enxadada, um minhoca", mas "cada enxadada, um minhocário inteiro".  Dos fatos de destaque dessa semana, não há de fato "Comissão da Verdade" para a realidade: Qual é o "esporte" preferido dos integrantes do desgoverno da Idade das Trevas?

Seria "em busca do pote de ouro do arco-íris"? Seria "arremesso de cueca dolarizada"? O "esporte" preferido dos integrantes do desgoverno da Idade das Trevas seria "corrida de 100 metros rasos"?  Seria "maratona de mentiras"? Seria "nado sincronizado de mentiras"? Seria "levantamento de reais"? O "esporte" preferido dos integrantes do desgoverno da Idade das Trevas destepaiz seria "luta livre de regras"? 

Qual é o "esporte" preferido dos integrantes do desgoverno da Idade das Trevas? Seria "pique-pega e esconde-esconde"? Não há "Comissão da Verdade" que baste. (BSchopenhauer)



Arquivo (A Quatro Mãos)
#HABEASVERITATIS: MIRV, O MINISTÉRIO DA VERDADE



2 comentários:

  1. Hoje sou eu que estou sem inspiração. Mas passei aqui e os li. Uma dupla verdadeiramente de dois. Um abraço deste cacique.

    ResponderEliminar
  2. As gerações futuras se perguntaram como nós deixamos tudo isto acontecer? e a resposta será fomos todos comprados.

    ResponderEliminar