quinta-feira, 24 de novembro de 2011

DROGAS, ÁLCOOL, MACONHA E CIGARRO: HIPOCRISIA?



Defender que se descriminalize as drogas pode, segundo o Supremo Tribunal Federal. O mesmo vale para o cigarro? Cigarro x maconha: uma escolha de Sofia ou somente hipocrisia?

Indagação filosófica (1): o indivíduo que, consciente e voluntariamente, coloca-se em situação de risco deve ser protegido pelo Estado?
Indagação filosófica (2): o indivíduo que, consciente e voluntariamente, usa drogas e, por isso, adoece, deve ser tratado pela sociedade?
Indagação filosófica (3): o indivíduo que, consciente e voluntariamente, usa drogas e, por isso, adoece, deve ser tratado no SUS?
Indagação filosófica (4): o indivíduo que, consciente e voluntariamente, usa álcool, dirige, atropela e mata uma pessoa é homicida doloso?
Indagação filosófica (5): o indivíduo que, consciente e voluntariamente, usa drogas, dirige, atropela e mata uma pessoa é homicida inocente?
Indagação filosófica (6): o indivíduo que, consciente e voluntariamente, usa drogas, não está praticando apenas etapas de suicídio?
Indagação filosófica (7): indagações desse jaez não passam pela cabeça de #CannabisAfetivo.

Em regra, o heróico dos esquerdistas destepaiz não passa de mitomania enfatuada onanística. Depois de o STF liberar o carnaval em favor das drogas, os comunistas de boutique podem saltitar em prol da maracutaia fumegante. O movimento maconheristamente correto deve estar em polvorosa onanista, diante da liberação geral para defender a fumaça sua de cada dia. 

Os homens livres do Brasil precisam fundar um movimento e marchar em prol do direito de os esquerdistas fumarem estrume.

Arquivo:

4 comentários:

  1. Mercia Almeida Neves24/11/11, 17:21

    Tudo haver num governo PT e "base aliada".Depois dos chorões da USP é "normal" a " medida" as reflexeões servem para os que estão com seus rebentos aliciados nesse país.Servem aos pais dos rebentos que insistem em permanecer na cegueira, no aplauso em troca da pseudo "liberdade" que às vezes, dizem, afirmam, não tiveram.Fumava-se escondidos.Agora fuma-se às claras com permissão de ambos.Se internam não, eles já doaram o seu único meio de protesto, o voto.Os "menos favorecidos " os seus rivais drogados dão-lhe cabo, os mais abastados, pagam as clinicas milionárias, ou religiosas, é assim, um toma-lá-da-cá.Todos favorecidos.

    ResponderEliminar
  2. Legalização ou não de "entorpecentes" é na verdade uma discussão que não vai dar em nada, pois sempre vai carecer de detalhes tecnicos e medico-forense. Tal qual "Lei Seca" e tolerancia ao alcool no organismo humano.
    Legalizar as Marchas da Maconha diz respeito a livre opinião, mas ai devem liberar as outras marchas tambem. (Sei lá quais são, mas deve ter um monte!)

    Cada dia que passa vejo mais e mais que o STF se afasta rapidamente da "vida real" e toma decisões dignas de Planeta Uranus e Plutão. Os "dignissimos" achacadores da democracia se alienam cada vez mais da sociedade e cada vez menos tem contato com a vida em geral.

    Brasil JAMAIS será uma Holanda isso porque aqui tem brasileiros demais e para chegar á um nivel educacional/social de uma Holanda precisamos de mais 500 anos e sem roubalheira/demagogia ou destruição da moral/Ética.

    Enquanto isso o Estado vai tutelar o comportamento e vai ditando regras de convivio social e pior, vai pagar as contas dos viciados e dos alcoolatras que dirigem e matam.

    Lunarscape

    ResponderEliminar
  3. Como fumante inveterado posso falar à vontade sobre leis de combate ao tabagismo. Sou a favor de todas. minha filha mais velha tem quase 25 anos e desde que a adotei nunca mais fumei dentro de casa. Em rodas de amigo, mesmo tomando minha cervejinha me afasto prá fumar ou reprimo o fumo se as dificuldades são grandes (evento em apartamentos muito altos, por exemplo).
    Mas comparar meu cigarro com o cigarrinho do capeta está fora de cogitação. Se os habitueés deste último podem fazer marchas e mais marchas, por que me proibir de fumar em qualquer ambiente fechado? E por que proibir os estabelecimentos de dispor para mim de uma salinha para que eu possa me envenenar à vontade?
    Agora me senti discriminado e criminalizado. Deu-se a mer**. Vou protestar o tanto que puder contra o tribunal maior dos petralhas.

    ResponderEliminar
  4. Indagação filosófica (8): desde quando FHC é esquerdista?

    ResponderEliminar