terça-feira, 28 de agosto de 2012

CAI A NOITE


Das coisas que me movem ao teu encontro 
- o que me seduz
Há sombra onde há luz
Se rompo a solidão de insultos e lágrimas
Quanto mais quero-te e quero tanto
Resvalo o verso em teu abraço
Teu lume que me conduz
Soturnas dores podem sobre mim deslizar
Há sentido onde há tato
Se sufoco a imensidão de angústia e pranto
Quanto mais quero-te e quero tanto
Repouso a súplica em teu sorrir
Teu acalanto a me fazer dormir
Das horas que todas as noites acordo
Há frio onde há aquecimento
Se mergulho o cansaço de ausência e saudade
Quanto mais quero-te e quero tanto
Atravessa o espaço o meu coração por ti carregado
Teu cântaro (apaziguado) em meu espírito
- Apaixonado.

Sem comentários:

Enviar um comentário