domingo, 23 de setembro de 2012

CAI A NOITE



"Escrevo estas páginas de espuma
Não para o homem orgulhoso
Que se afasta da lua enfurecida
Nem para os mortos de alta estirpe
Com seus salmos e rouxinóis, 
Mas para os amantes, seus braços
Que enlaçam as dores dos séculos, 
Que não me pagam nem me elogiam
E ignoram meu ofício ou minha arte."
Dylan Thomas

Sem comentários:

Enviar um comentário