terça-feira, 7 de maio de 2013

CAI A NOITE



Grande 
Como uma criança quando tens razão 
Tu és como um menino
Quando fazes o céu derramar sua cor 
E a terra dissolver o mau tempo 
Maior que o teu riso quando me faz 
Gente grande.

Tudo que há no mundo
Há dentro de cada um
E em nós dois
O correr do rio
A largueza das nuvens - no céu
O vento, a folha, a palavra, os olhares
- e o nosso sentimento
Tudo está em movimento.

Saltas o tempo
Tu te moves como se move
- uma canção
Que ressoa por toda a parte
- Grande, em eterno movimento -
Ultrapassas as fronteiras do pensamento
Revelado às minhas veias
Tu habitas - o infinito - em mim.

Sem comentários:

Enviar um comentário