quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

A CARNE É NOSSA


Por Denilson Cicote

Os males do consumo de carne vermelha estão diretamente ligados à falta de informação da maioria das pessoas. É um assunto gorduroso que pra muitos, sequer pode ser mencionado, e incomoda mais que a mosca do chifre. Mas alguém tem de ter coragem de colocar hambúrguer de soja nesse churrasco.

Hoje, comer carne vermelha no Brasil significa duas coisas. A primeira, dado que a holding JBS/Friboi é praticamente um monopólio (ao tempo que empurra uma carne ruim para o consumidor, determina o preço do boi no pasto, condenando o produtor - o monopólio é tão grande que, se não vender pro JBS/Friboi pelo preço que eles, que tem dinheiro do BNDES à vontade, querem pagar, o produtor não tem mercado), em algum momento você pode topar não com um pelo no meio da carne, mas um grande tufo deles. E não um qualquer, mas um do Tony Ramos. Tem gente que ia gostar, o que não é o meu caso. 

A segunda coisa, há boatos de dedos de políticos na incrivelmente rápida ascensão do Friboi. Na verdade, nove dedos, mas, como sempre, ninguém sabe de nada. Pode ou não ser verdade, porém pelo histórico de absurdos ocorridos nos últimos anos ficamos com a pulga atrás da orelha. Ou com a mosca atrás do chifre. 

Quem detinha antes 13% (olha que número mais tendencioso) da Friboi? A Blessed Holding que agora é dona de 6,8. Quem é o dono da Blessed Holding ? Ninguém sabe. Por que o dinheiro do contribuinte foi usado de forma tão generosa e o BNDES investiu R$ 8 bilhões, é dono de 25% e 10% são da Caixa? O mal que a carne pode fazer não é só à nossa saúde, mas também à nossa educação, nossa previdência, nosso transporte, etc.

Não falo do mal que a carne pode fazer ao nosso corpo, falo do mal que esse monopólio sob as bênçãos do BNDES pode ter feito ao Brasil. 

Esclarecendo, não quero que as pessoas passem para vegetarianas, vegans ou sei lá o que mais é moda. Adoro meu churrasco, com carne bem gordurosa e cerveja gelada, mas eu tenho uma sugestão. Como no comercial, ao ir preparar esse que é uma instituição nacional, o churrasco, pergunte se é Friboi. E se acaso o Tony Ramos aparecer na sua frente pra falar besteira, pergunte quem é dono da Blessed Holding. Claro, ele pode não saber nada, não seria de se estranhar, apenas aluga a credibilidade da sua imagem, faz parte da profissão, não é obrigado a conhecer todos os envolvidos nos produtos que anuncia. Mas como, via dinheiro público, somos também donos, nós temos o direito de saber, não temos? E mais uma coisa, pense bem, pode ser que os pelos que você mastigar quando comer um bife Friboi não sejam os dele, mas os da barba de algum político conhecido aí.

Depois do slogan "O petróleo é nosso!", vem aí “A carne é nossa!". Não dá uma vontade danada de comer alface?


Denilson Cicote é o Denis Cote, que escreve sobre humor e política na medida certa e "às vezes na medida errada, já que o homem é a medida de todas as coisas".

A arte que ilustra o post é do designer gaúcho especialista em churrasco - de carne - Achilles Krüger.

Sem comentários:

Enviar um comentário