domingo, 21 de novembro de 2010

REGIMES TOTALITÁRIOS - RELIGIÕES


Regimes totalitários insidiosos não se instalam de uma vez só, mas por um processo lento, gradual, contínuo, para que ninguém perceba.
Regimes totalitários insidiosos (1): incorporam em si as religiões, para que, enfim, haja uma só: a religião orgânica do regime-estado.
Regimes totalitários insidiosos (2): até admitem outras religiões, à medida que sejam convenientes e úteis a eles.
Regimes totalitários insidiosos (3): não admitem as religiões que “coloquem em risco a existência ou ofendam a moral e o senso ético” deles.
Regimes totalitários insidiosos (4): combatem as religiões que lhes coloquem em risco a implantação e consolidação deles.
Regimes totalitários insidiosos (5): o indivíduo, sem a esperança das outras religiões, entrega-se graciosamente, sem resistência.
Regimes totalitários insidiosos (6): enfim, eliminada a resistência das outras religiões, escancara-se tudo para o deus-regime-totalitário.
Regimes totalitários insidiosos, pode-se escolher viver ou morrer sob eles, antes que seja tarde.


4 comentários:

  1. Belissima sintese do que está ocorrendo com a nossa politica nacional.
    Um grupo fanático controlando o poder para instaurar uma ditadura permanente.

    É Medonho !

    Lunarscape.

    ResponderEliminar
  2. Como diria o Piu-piu: eu acho que ví um gatinho.

    ResponderEliminar
  3. Ajuricaba, estamos vendo os Três Porquinhos!!

    ResponderEliminar
  4. Noutras palavras: estamos no sal!

    ResponderEliminar